Negócio da China

janeiro 22, 2008

chifucamarao.jpg
(Camarão ao alho: 25 reais)

Quer conhecer um restaurante chinês de verdade? E que tal comer uma ótima comida e gastar menos do que em um box delivery? Então anote esse nome: Chi Fu.

Estive lá no ano passado e foi uma diversão. “O lugar é bem simples”, alertaram os amigos Marcelo e Bia, que descobriram o restaurante escondido na Praça Carlos Gomes, na Liberdade. “As garçonetes não falam português direito”, avisaram. “Mas a comida é uma delícia e é barato”. Isso já era suficiente para aguçar a curiosidade e a fome.

chifusalao.jpg
(Salão principal do Chi Fu: toalha de plástico e comida de verdade)

A rua deserta em um domingo à noite me lembrava o filme “Aventureiros do Bairro Proibido”, com o Kurt Russel. Ao entrar no amplo salão, logo vi, ao fundo, muitos chineses falando alto e comendo na tradicional mesa redonda com tábua giratória e toalha de plástico. A aventura estava começando.

O cardápio – listas e listas de todos o tipos de carne, com todos os tipos de legumes – traz desde o tradicional “Ninja (brócolis) com carne” até opções inusitadas ou mal traduzidas. “Ínguia”, “Rã frito” e “Capim dois tipos” ficaram para a próxima.

chifubia.jpg
(Pratos simples, frescos e muito bem servidos)

Desta vez, pedimos ninja; o arroz shop suey, que é uma loucura; a pescada cozida com legumes e gengibre (descobri só depois de comer, que aquele pedação de gengibre não era batata fatiada); e uma bela porção de camarões ao alho e cebolinha, que custava apenas 25 reais.

Enquanto esperava o pedido, fui dar um rolê para fazer reconhecimento do local. A mesa dos chineses estava animada. Brincavam de algum jogo com as mãos e gritavam “Xô! Xô!”, ou algo assim. Descobri outro salão ao fundo, quase tão grande quanto o principal, enquanto era atropelada pelo zigue-zague dos pedidos chegando às mesas, muito bem servidos por sinal.

chifuconta.jpgLogo atrás do balcão, tanques reservam peixes que logo vão entrar na neurótica linha de produção. Saí fotografando tudo até que o chinês do balcão me interrompeu no caminho da cozinha. Ele não falava português, mas saquei que não rolava o tradicional “visite a nossa cozinha” por lá.

A garçonete, segundo os amigos que me levaram, já tinha feito um upgrade e entendia melhor o pedido em português. A anotação e a conta, no entanto, eram feitos em ideogramas mesmo.

Só tive problemas com a cerveja. A garrafa de Bohemia veio quase quente. “Você tem mais gelada?”, perguntei. “Só Bohemia”, respondeu a garçonete. “Mas vocês têm um balde de gelo?”, insisti. “Não. Bohemia”, respondeu. E então pedi Coca-Cola.

A comida estava uma delícia e valeu cada centavo (R$ 20 reais por pessoa). Na próxima aventura quero descobrir o que é o tal “Capim dois tipos”.

Restaurante Chi Fu – Praça Carlos Gomes, 168 – Liberdade – São Paulo. Tel: (11) 3104-2750

Anúncios

10 Responses to “Negócio da China”


  1. Os Chinas estavam espantando moscas! “Xô, xô!”

    Curtir

  2. Cauã Says:

    Só neste restaurante que você está Chi Fu pra conferir a conta, Chi Fu pra perguntar o que vem em cada prato ou Chi Fu pra trocar a bebida. Mas deve ser muito legal, anotado para um próximo programa gastronômico aventureiro. Boa dica Braun.

    Curtir

  3. henrique Says:

    capim dois tipos pode ser… cupim (mmm, não, né?) ou grama + alfafa, coisa assim!

    Curtir

  4. Ale Scaglia Says:

    Eu me ofereço pra te acompanhar e provar o capim dois tipos, Dani!

    Curtir


  5. Passei aqui pra deixar um cheiro…

    Curtir

  6. Adriano Says:

    Olá! Muiiiito bom o Chi Fu, não?? E você ainda acertou, o da Pça. Carlos Gomes (tem outro na Barão de Iguape, mesma cozinha, mesma bagunça) é o mais “roots” e acho que as porções lá são maiores e a fila de espera menor! Prove a “Ostra no Vapor”, delícia! Ah, e vá ao Gombê (Tomáz Gonzaga, 22) que é um japa no mesmo estilo, pequeno, feio, meio capenga mas tem ótimos yakitoris!

    Abraços!

    Curtir

  7. Claudia Says:

    Adoro o restaurante, os guiozas são deliciosos.
    Guioza - João e Regina testam o ohashi

    Curtir

  8. juliokon Says:

    Sem querer desanimar os gourmets de curiosidade atiçada pela iguaria, capim, no caso, é carpa capim, um tipo de peixe.

    O gato (o animal mesmo) ainda vive lá?

    Gostei muito do blog, parabéns.

    Curtir

  9. Gerson Says:

    Em Junho/09 recebi a visita de 2 chineses e prometi que iria levá-los num restaurante chinês. Após pesquisa, vi alguns relatos (bons e ruins) sobre o CHI FU e resolvi arriscar. Chegando lá eles se sentiram super à vontade, deixei que fizessem os pedidos. De entrada chegou uma panela de sopa d-e-l-i-c-i-o-s-a, sinceramente não sei o que tinha lá dentro, só consegui reconhecer o gengibre pelo cheiro e uma carne branca mole que deveria ser lula. Eu odeio lula, mas aquilo estava realmente gostoso. Tinha vários vegetais e folhas, o sabor era picante, delicioso, maravilhoso. Depois o chinês pediu camarão (chegou um prato enorme, devia ter + de 30 camarões médios ali dentro), todos eles descascados, totalmente limpos e suculentos. A chinesa pediu a tal da “Ínguia” citada no tópico principal. Aquilo era escuro, parecia uma beringela cozida, quando perguntei, ela disse que era “a kind of sea snake”, ou seja, “um tipo de cobra do mar”. Portanto, ÍNGUIA =ENGUIA. Não experimentei, mas a chinesa devorou tudo e disse que estava ótimo. Eu pedi um prato de “carne com legumes mistulado”. Achei que viria um yakissoba de carne vermelha com legumes, mas fiquei surpreso porque só tinha legumes e vegetais. Tinha uns pedaços não-identificados de uma possível carne branca, que não descobri o que era, mas era bom. Não era nem carne de frango nem de porco. Minha esposa pediu um frango xadrez com molho curry (levemente picante, estava escrito no menu). Meu, que delícia era aquilo!!! Chegou um prato gigante lotado de carne de frango cortada em cubinhos, com pimentão, cebola e pimenta vermelha picada no canto do prato. O molho era picante, na medida certa.
    No final, nós 4 comemos até não poder mais. Quando chegou a conta, gastei 85 reais (detalhe: 2 dias antes, fomos no Villa´s Churrascaria da Marginal Tietê e gastamos R$ 455). Eu e os chineses ficamos super felizes com o CHI-FU. hehehe RECOMENDADO.

    Curtir


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: