Comida di Buteco… Nó!

julho 5, 2006

Caldeirao verde amarelo

Foi na terra do Ora Pro Nóbis, que eu, Cecília, Alê e ‘Predo’ ajoelhamos e agradecemos a ‘Nó Senhora’ pelo Comida di Buteco. Criado há sete anos, esse concurso dos melhores botecos de BH deu origem ao Boteco Bohemia, que acontece há três, em São Paulo.

No feriado de 1º de maio caímos na estrada com um único objetivo: desbravar o festival. Dos 36 concorrentes, em três dias, com a ajuda do Jack, nosso brother local, visitamos seis. A lista segue aqui na sequência das rodadas:

Família Paulista – Tributo a JK – Frango com quiabo (sem baba! sem baba!) e angu (polenta) na brasa (8º lugar no festival);

Bar do Careca – Frango Patureba – Frango ensopado em cubos com creme de milho e quiabo. Fora do festival, ainda no Careca, piramos na Língua refogada. É o famoso ‘me engana que eu gosto’ e repito.

Chef Tulio – Num-baba-Não-Sô – Panhoca (pão italiano pequeno) recheada com cozido de carnes ao molho de vinho tinto e quiabo crocante;

Aconchego da Floresta – Costelinha ao molho pardo com angu e a melhor decoração de banheiros do festival – luz negra e Je T’aime no último volume no banheiro masculino e iluminação pink com ‘La Vie en Rose’ em caixinha de música do feminino. Sensacional.

Bar do Doca (gente finíssima) – Caldeirão Verde e Amarelo (carne de panela ao molho de champignon com angu de milho). O favorito da galera (foto).

Casa Cheia – Mexedoido Chapado com carnes variadas servido em uma frigideirinha de ferro com um ovo de codorna frito por cima para arrematar (7º lugar no festival e 1º na minha lista). Neste boteco, que fica no obrigatório Mercado Central de BH, encontramos nosso brother Israel que nos apresentou a Maria Eulália, o gênio e a simpatia por trás dos festivais. Rio de Janeiro e Salvador serão os próximos, segundo ela. Indicamos o Zé Leite para no Boteco Bohemia 2006. Vai Zé!

Serviço: O vencedor do Comida di Buteco 2006 foi o Bar do Zezé com o Trupico Mineiro (feijão, pé-de-porco, linguiça e costelinha de porco com mostarda refogada e farinha de milho torrada). E as receitas de todos os concorrentes estão no site do festival. Orai por nós…

Anúncios

One Response to “Comida di Buteco… Nó!”

  1. brauncafe Says:

    Comentários feitos no toast original do Brauncafe.zip.net:

    [Alice ]
    Ah! E tem caldinho de feijão e/ou bife acebolado no Mercado Municipal (que lá é Central) – claro, com a tal cervejinha gelada (de garrafa, diga-se). Só em Beagá!
    07/07/2006 19:37

    [Sandro] [sandroab@uol.com.br]
    Só para registrar, o copo é chamado de Lagoinha porque a fábrica da Nadir Figueiredo ficava no bairro da Lagoinha, em Belo Horizonte.
    06/07/2006 15:22

    [PH] [paulo@inkcom.com.br]
    Se precisar treinar conversação é só me avisar. E na próxima vez, me avisem preu ir tbm. Não como nem a metade desses trecos que vc descreveu, mas o espaguete do bolão é duca. E pra jogar conversa fora eu não preciso estar de barriga cheia. Viva Belô City!
    06/07/2006 13:54

    Curtir


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: