Porções de falafel e pastas 4 em 1 do Tenda do Nilo

Porções de falafel e pastas 4 em 1 do Tenda do Nilo

Se você gosta de comida árabe e acha que já conhece tudo desta área faça uma experiência nova: vá almoçar no restaurante Tenda do Nilo. Há um bom tempo eu estava de olho no pequeno restaurante, sempre lotado, na esquina das ruas Coronel Oscar Porto com Abílio Soares, no Paraíso.

O Tenda já virou habitué dos guias paulistanos de gastronomia. Foi indicado  como o melhor “Bom e Barato”, o melhor falafel e até o melhor kibe de São Paulo. Mas depois do e-mail da amiga Kay sobre as delícias do lugar, resolvi agitar logo um almoço por lá.

Simpatia e banquete dos deuses fazem valer a espera

Simpatia e banquete dos deuses fazem valer a espera

Aproveitei uma folga entre o Natal e o Ano Novo, já que o Tenda só abre para o almoço e aos sábados é bem cheio. Muitas pessoas pensaram o mesmo e, na companhia da querida Ciça, enfrentei uma considerável fila de espera, que valeu a pena no final.

Mesmo na correria com o movimento inesperado, Olinda, uma das irmãs que comandam o restaurante, encanta os clientes com sua simpatia. Chama a todos de “habib” (“meu amor” ou “querido”, em árabe) faz seguras recomendações do cardápio e até nos ensina como comer corretamente as pastas com bastante azeite e apenas uma folha do pão árabe.

Olinda nos ensina a comer as pastas com pão árabe

Olinda nos ensina a comer as pastas com o pão

“Habib, vou te mostrar e você vai ver como muda o sabor”, disse Olinda quando pedimos a porção 4 – pasta de grão-de-bico, de beringela, de pimentão vermelho e coalhada seca (R$ 21,50). Todas, aliás, estavam deliciosas, especialmente a de pimentão (Mhammara), que era novidade para mim, e a cremosa coalhada seca.

Falafel premiado com tahine, tomates e pepino

Falafel premiado com tahine, tomates e pepino

O kibe frito estava gostoso e bem temperado, mas não consideraria ‘o melhor da cidade’. Na pressa, como são fritos na hora, em pouca quantidade, os kibes estavam oleosos. Neste quesito, prefiro o vizinho Halim, que é uma boa pedida de árabe “bom e barato”. Já a porção de falafel com molho tahine, salsinha e tomates ficados, merece todas as honras e o preço também (R$ 19,80). Os bolinhos estavam tenros e muito bem temperados.

Costela de boi desfiada com trigo e grão-de-bico)

Boa pedida: Costela de boi desfiada com trigo e grão-de-bico

Estávamos rumando para a kafta, mas o prato havia acabado. Olinda prontamente sugeriu meia porção de costela de boi desfiada com trigo cozido (fatte) e grão-de-bico (a porção inteira sai por R$ 16,50). “O trigo é mais saudável do que o arroz porque se transforma em fibra”, ressaltou nossa mentora. A carne bem desfiada, com o trigo macio e um tempero divino estavam como disse a Kay, “de ajoelhar e agradecer a Alá.”

sobremesa 'carro-chefe' para dois

Mil e Uma Noites: sobremesa para dois

Prestes a encerrar o banquete, não resistimos à descrição do ‘carro-chefe’ das sobremesas. E aqui eu deixo a descrição do e-mail da Kay: “E que sobremesa, chama-se Mil e Uma Noites (Bolo de semolina molhadinho com água de laranjeira, melzinho árabe e coberto com um crème à base de nata e pistache moído por cima)”. O doce tem preço salgado (R$ 17,50), mas é capaz de saciar muito bem duas pessoas.

Café com cardamomo para encerrar a experiência

Café com cardamomo para encerrar

Quando ao “bom e barato” eu diria que o Tenda do Nilo é ótimo e tem preço razoável. Não é barato, mas eu e Ciça concordamos com a Kay: “Vale cada centavo”. Aliás, cada centavo pago com cheque, dinheiro ou voucher de alimentação porque o Tenda não aceita cartões.

Para fechar, peça um cafezinho árabe com cardamomo (R$ 3), pegue seu tapete mágico e vá flutuando para casa.

Tenda do Nilo – Rua Coronel Oscar Porto, 638, Paraíso, São Paulo – SP. Tel.: (11) 3885-0460. Horário: Segunda a sexta, das 12h às 15h30; sábado até 16h (fecha domingo). Não aceita cartões de crédito ou débito.

%d blogueiros gostam disto: