Cidades dos chopes

outubro 17, 2007

cidadedochopp.jpg

Conforme adiantou o Braun Café, entrou no ar o portal Cidade do Chopp, da Ambev. O guia online lançado ontem à noite, traz dicas de mais de 500 bares, que servem chope Brahma em 63 bares do País.

Não pude ir à “coletiva de imprensa” no Posto 6 (Vila Madalena – SP), mas dei uma voltinha na animação das fachadas dos bares – muito bem feita – e o serviço é bacana.

Basta escolher a cidade e ir passeando com o mouse pelas fachadas estilizadas dos botecos. Ao entrar em um deles, o internauta tem informações detalhadas e fotos. Uma boa pedida desde que você goste de chope da Brahma e não se incomode com a parte promocional.

Fazendo um breve cadastro no “Clupe do Chopp” é possível, por exemplo, criar a sua lista de bares já visitados ou desejados. No Link “Chopp Express” o internauta encontra uma Calculadora para saber a quantidade de chope que precisa comprar para abastecer seus convidados.

Engraçado que o sistema pede a duração da festa e o número de homens e de mulheres. Acho mais seguro cadastrar todo mundo como homem. Minha simulação de festa com 4 a 6 horas de duração, 20 homens e 30 mulheres deu 85 chopes. Teriam de passar a sacolinha no evento.

Nos Jogos fizeram uma versão virtual do “Vira-Bolacha”, um jogo em que você coloca a bolacha do chope na beirada da mesa, vira com as costas da mão e pega no ar. Foi o PH que veio com essa, há uns bons anos. Será que é coisa de mineiro? O fato é que o PH é pró na mesa real. Eu consigo até umas três bolachas vai…

Os mais fanáticos podem baixar papéis de parede com desenhos estilizados de alguns botecos do País. Fui logo em BH, mas não encontrei nenhum conhecido. Depois me lembrei que, na capital mineira, a maioria dos bares serve cerveja de garrafa insanamente gelada (hummm).

Aí também me lembrei que São Paulo nos espera com geladas e apetitosas iguarias concorrentes do Boteco Bohemia 2007 só até o dia 31 de outubro. Socorro!!!

Anúncios

One Response to “Cidades dos chopes”

  1. PH Says:

    Obrigado pela gentil referência. Não sei se virar bolacha é coisa de mineiro, mas já fazia isso nos botecos antes mesmo de entrar na faculdade, lá pelo idos de nem me lembro mais. Dica de pró: espere até as bolachas ficarem molhadas pelo suor do copo. Elas grudam umas nas outras e fica mais fácil virá-las.

    Curtir


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: