Uma garfada após a outra

outubro 14, 2008

Uma lista de 100 comidas de diversas partes do mundo para você experimentar nesta vida. Quando o Felitti me passou a seleção feita pelo Food Proof meu ‘Guloogle’ entrou em ação. Já fui logo ticando mentalmente algumas comidas. Bom, o foie gras já foi, o King Crab e o clam chowder também e pelo menos uma versão ‘cover’ do kobe beef está registrada neste blog.

Faltam as trufas… ah… uma massa com trufas ainda preciso provar, assim como um churrasco coreano, uma lagosta ao termidor, que a Dani e o Vinícius comeram no Alfama dos Marinheiros, o suflê de queijo do Marcel, um purê de tucupi, que a sortuda da Cecília provou no PF do D.O.M, o bife de fígado acebolado da mãe do Fábio Almeida, a bacalhoada da Irene, mãe da Karina, e por aí vai…

O blogueiro não deixou de lado a polenta, o arroz e o feijão. Mas e a feijoada, o tutu, o pastel de camarão do Giba, a coxinha do Veloso, o mini acarajé do Soteropolitano, o pernil do Estadão, o guiozão da feira da Liberdade, o refogado de palma da mãe da Cecília, o sanduba de falafel do Bom Retiro, o bolinho de bacalhau (com chope) do Leo, o hamburguer do Seu Oswaldo, o picadinho do Astor, a língua do Bar do Careca, a carne seca na manteiga de garrafa, com purê de abóbora e feijão de corda, que faz tempo que não faço? Socorro!

Eu ficaria horas fazendo uma lista. Só de Brasil já podemos dobrar o desafio! Ok… sem desespero. Vamos viver… uma garfada após a outra.

Foto-trocadilho: “Scream for Ice Cream” do blog de Steve D. Krause.

Anúncios

2 Responses to “Uma garfada após a outra”

  1. Renata Says:

    Sem querer chover no molhado (afinal, não deve ser à toa que se entra no ranking dos 50 melhores restaurantes do mundo), mas vários pratos do D.O.M. merecem entrar na lista do que comer antes de morrer.
    Até mesmo a batatinha frita do PF (ou Menu Executivo, como prefere o seu Atala). Sequinha, em cubinhos, simples e inexplicável.
    Entram na lista o robalo com tapioca e sopa de tucupi (com direito a sagu no fundo, uma viagem de sabores) e pelo menos mais dois pratos que, para a tristeza da humanidade, não aparecem nesse momento no menu online do restaurante: o brandade de bacalhau com caldo de feijão preto e crisps de couve (Atala, cadê, cadê???) e o purê puxa-puxa com queijo ementhal.
    Mesmo que ele tenha tirado esses pratos do menu, vou con-ti-nuar-con-si-de-ran-do-o-A-tala-um-gê-ni-o. 🙂

    Curtir


  2. […] Quem sabe numa próxima”. Detalhe para o trocadilho: o menu é o D.O.M.Gustação. E como bem lembrou Rê Mesquita em outro toast, Cecília ainda quer descobrir como Atala faz as deliciosas batatinhas fritas em […]

    Curtir


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: