Sabores da infância

agosto 12, 2009

Tubaína, Cotuba e Gengibirra escolhidas por um 'sommelier de tubaínas'. Foto: Thomas Milz (divulgação)

Tubaína, Cotuba e Gengibirra escolhidas por um 'sommelier de tubaínas'. Foto: Thomas Milz (divulgação)

Tubaína, Pamonhas de Piracicaba e Mandiopan. Se um desses nomes lhe remete à infância, você tem de conhecer o Tubaína Bar, na região do “Baixo Augusta”.

A homenagem ao popular refrigerante sabor tutti-frutti não fica somente no nome: o cardápio oferece diversas marcas da bebida – escolhidas pelo jornalista Guilherme Busch, primeiro “sommelier de tubaínas” do Brasil e criador do blog Confraria das Tubaínas – incluindo drinks para quem já não é mais criança, e outros refrigerantes igualmente comuns em cidades do interior, como a Gengibirra (tipo de soda com gengibre) e a Cotuba (refrigerante tipo guaraná) por R$ 3,50.

Os quitutes também merecem destaque. O cardápio vai dos tradicionais sanduíches de pernil desfiado (R$ 12) e de mortadela, a variações como o cuscuz paulista mole (R$ 15) servido com crosta de farinha de mandioca (uma delícia) e o queijo coalho à milanesa (no lugar do provolone) com molhinho especial (R$ 18).

Bolinhos de Itapetininga do Tubaína Bar

Bolinhos de Itapetininga do Tubaína Bar

A porção de bolinhos de Itapetininga (croquetes de milho recheados com frango desfiado por R$ 14), servida com criatividade em um clássico “porta-sal” de plástico, é saborosa, mas dividiu opiniões na mesa – a massa da coxinha ainda sai ganhando – e o caldinho de feijão, acompanhado de uma “xicrinha” de aguardente, agradou.

O Mandiopan (servido como cortesia) arrancou sorrisos e lembranças de todos. Interessante comparar o sabor que provamos no bar com o que tínhamos na memória daquele mágico salgadinho de mandioca que devorávamos na hora do desenho na TV – o sabor camarão era meu favorito.

“Dirigida pela chefe piracicabana Sol Caldeira, a cozinha do Tubaína oferece comida simples, mas de alta qualidade. Do jeito que mamãe fazia” diz o cardápio.

Mandiopan, o salgadinho mágico, servido como cortesia

Mandiopan, o salgadinho mágico, servido como cortesia

Piracicaba, aliás, é a cidade dos meus pais – minha mãe é piracicabana e meu pai, o Braun, veio da Holanda direto para lá. Tenho saudades das férias e festas de fim de ano, quando brincava com meus primos, zanzando na cozinha da vó Eline e tomando Gengibirra e Tubaína a valer.  As “pamonhas caseiras fresquinhas” também estão no menu do Tubaína. “Olha aí freguesia!”

A jornalista e idealizadora do projeto, Verónica Goyzueta, também abriu espaço para a culinária de sua cidade natal, incluindo o ‘cebiche’ (peixe marinado em limão e especiarias) com a consultoria da chefe peruana Mirtha Goyzueta. “A licença vale porque ela é uma grande mãe, e porque foi criada com Inca Kola, a Tubaína mais famosa das Américas”, conta Verónica, por e-mail. A Inca também é vendida no bar por R$ 12.

Queijo coalho à milanesa com molho especial

Queijo coalho à milanesa com molho especial

A decoração retrô segue a linha ‘infância na casa da vó’ com muito estilo: mesas e cadeiras diferentes – as clássicas de fórmica não poderiam faltar -, poltronas antigas redecoradas e um sofá com uma linda estampa florida no segundo andar tornam o ambiente bacana e aconchegante.

O mezanino, aliás, é um bom lugar para quem não é muito chegado em música ao vivo, que rola somente às terças-feiras (R$ 4 pelo couvert artístico). Quando estive por lá rolou o repertório básico de MPB e pop para agradar a todos. Mas depois de tanto resgate da infância só faltava ouvirmos “Sandra Rosa Madalena”, tomando Tubaína e comendo Mandiopan. Pensando bem até que pode ser uma boa pedida na próxima visita.

Tubaína Bar – Rua Haddock Lobo, 74 (entre as ruas Matias Aires e Fernando de  Albuquerque) – Consolação, São Paulo (SP). Tel.: (11) 3129-4930. Horário: terça a sábado, das 18h às 3h (cozinha até 1h).

Anúncios

9 Responses to “Sabores da infância”

  1. caioccino Says:

    Diliça, aprendi a tomar Cotuba em Tanabi, cidade da patroa.

    Curtir

  2. Adriano Blanco Says:

    olá Dani Braun! então tens raízes Piracicabanas!!! Pira, uma gostosa cidade. inclusive ontem fizemos um tour pelos bares da cidade com um casal de amigos. adoro morar aqui. As tubaínas e gengibirras mais famosas aqui são da Orlando. e aqui do lado em Rio das Pedras tem a Limongi que é uma delicia!
    quando o Braun Café for passar por pira avise hein!
    []s

    Curtir

  3. Jô Elias Says:

    Baby, faz tempo que nao vinha aqui. Adorei o post – e saber de suas raízes de piracicaba. Precisamos organizar aquela trupe pro Mocotó. Beijocas

    Curtir

  4. Cris Sato Says:

    Dani,

    tubaína fez parte da minha infância, passava férias no interior e bebia Tubaína Funada. Mandiopan também era de lei, assim como bolinho de chuva, Gini (refri de gengibre),raspadinha de groselha, dadinho, 7 belo… ai, que gostoso lembrar de tudo isso. Preciso visitar esse bar!!!

    beijos

    Curtir

  5. Carmen Petta Says:

    Oi, gostaria de saber como encontro a fábrica de Cotubaina e Gingebirra,meu pai era de Piracicaba e minha tia se chamava Eline. Vc é neto dela? Obrigada

    Curtir


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: