Kebabeando

junho 15, 2008

Quando se fala em lanche barato na Europa, a pedida é o kebab, sanduíche de origem turca feito com fatias de carne de cordeiro assadas em camadas em um espeto vertical, parecido (só no visual) com o espeto do ‘churrasquinho grego’ do centro de São Paulo. O recheio pode ser de cordeiro, falafel, kafta, frango, carne bovina etc., tomate, alface, cebola e molho tahine, ou picles, cebolinha e hortelã, dependendo da criatividade do lugar.

Já falamos do kebab de Londres, ano passado, aqui no Braun Café, mas agora não é preciso ir tão longe. Em pouco mais de um ano, a capital paulista já aderiu às kebaberias.

Quem sai do cinema perto da Rua Augusta, ou está perambulando pela região, por exemplo, encontra duas opções. Minha dica é o Kebabel, um misto de kebaberia e bar onde estive duas vezes provando ótimos kekabs de kafta e de cordeiro (folhas de hortelã dão um toque especial).

O preço dos kebabs (10 a 13 reais) é convidativo assim como o ambiente charmoso (repare no lustre de cristal com talheres pendurados e nos quadrinhos de Adão e Eva de Goya no banheiro todo forrado com um vibrante papel de parede).

O lugar tem poucas mesas e um pequeno balcão, mas por volta das 20h do sábado e à meia noite de uma sexta-feira consegui me sentar para tomar uma Original gelada, comer um kebab e experimentar uma cerveja mineira. Entre variações importadas, além das argentinas e alemãs – cervejas da Grécia, Austrália e Turquia, por exemplo – a Backer, produzida na terra da cachaça, foi uma refrescante surpresa (experimente a de trigo).

Além dos tradicionais sandubas você pode apostar nas porções do Kebabel. O homus com pão sírio (metade torrado e metade ao natural) estava no ponto. Ainda há opções de falafel e couve-flor à milanesa (!) para os botequeiros vegetarianos.

Também consegui finalmente conhecer o Kebab Salonu, na Rua Augusta, mas o kebab ficou aquém da expectativa. O sanduba é maior e mais caro (18 reais o de kafta) do que o do vizinho, mas o recheio é mais farto só na salada. Além disso, a kafta estava pouco saborosa e pra lá de bem passada. Uma pena. Para consolar, meu mate batido com tangerina estava gostoso e ainda não provei o café turco.

Ronaldo, fã das kebaberias, teve mais sorte com a porção de falafel quando esteve no Salonu. Ele também indicou o Pita – Kebab Bar, em Pinheiros, como a próxima parada para kebabear, em São Paulo.

Kebabel – Rua Fernando Albuquerque, 22, Consolação. Tel: (11) 3259-1805

Pita – Kebab Bar – Rua Francisco Leitão, 282, Pinheitros. Tel: (11) 3368-2856

%d blogueiros gostam disto: