Os encantos de Siena

junho 19, 2011

Siena é um convite à 'dolce vita'. Entardecer na Piazza Del Campo, uma taça de Brunello di Montalcino e outra de pinot grigio

Siena é uma encantadora cidade medieval na Toscana. Depois do agito de Roma, pegamos o trem para lá e a ideia inicial era ficar um dia, seguindo viagem por outras cidadezinhas da região. Na primeira vista do alto da cidade, largamos as mochilas e nos apaixonamos. Encontramos o Bed & Breakfast Le Camerini Di Silvia, em uma residência típica toscana, e namoramos Siena por quatro dias.

Veja mais fotos das delícias de Siena no Flickr do Braun Café.

Dentro dos muros da cidade antiga, em cada cantinho há um lugar especial. Pelas ruas de pedra (sem calçada), você encontra o quitandeiro, o sapateiro, o artista em seu atelier, o confeiteiro e por aí vai. E entre uma viela e outra, de vez em quando, há uma surpreendente vista dos verdes campos toscanos. Inacreditável.

Prosciutto e pecorino no Trattoria Fonte Giusta, com uma garrafa de Chianti, ao fundo.

A culinária local é vasta e deliciosa. Começamos por um jantar na Trattoria Fonte Giusta, localizada na rua Camollia, onde estão as principais lojas da cidade. Entre elas, tentadoras vitrines de massas, vinhos  e doces como a torta de frutas e castanhas Panforte, uma especialidade local (as docerias vendem embalagens pequenas de diferentes sabores para presente. Não deixe de trazer).

A porção de presunto cru, macio e saboroso, e pecorino da região estava divina. O pão italiano muito macio também nos surpreendeu (bem melhor do que o pão duro de Roma). Já o Chianti que pedimos (10 euros a garrafa) podia ser mais fresco. Estava calor e serviram o vinho na temperatura ambiente. Tristeza.

Panforte, a torta medieval de Siena. Vontade de ter uma mala só de doces, malas e vinhos para trazer de Siena

Experimentamos boas massas na trattoria: o pici (um spaghetti mais grosso, tradicional de Siena) com ragu de javali e fetuccine com ragu de pato.

O agito da cidade, que tem duas universidades, está na Piazza del Campo, com seu belo Palazzo Comunale, rodeado de pássaros ao entardecer. É um convite irrecusável a uma taça de vinho (7 euros, em média).

Pizza com presunto speck e mascarpone na Piazza del Campo

Os restaurantes e bares ao redor são bem turísticos e caros, mas não resisti a uma pausa para relaxar e apreciar a vista. Por lá dividimos uma saborosa pizza com presunto speck e mascarpone (10 euros) e duas taças de vinho (Brunello di Montalcino e um refrescante pinot grigio). Valeu a pena.

Vinhos da região são muitos e estão por toda parte. Entre uma esquina em outra encontramos o Le Bonfà di Giangio, uma salumeria e enoteca muito agradável, onde provei um excelente rosé Dievole Rosato 2010 (100% sangiovese)  na temperatura certa. A vinícola Dievole conta com um ‘hotel e wine resort‘, que deve ser sensacional. Fica para a próxima…

Delicioso rosé de sangiovese da toscana Dievole, que tem um resort de vinhos...

Os sandubas de frango empanado e hambúrguer do bar mataram a fome, mas não empolgaram. O negócio é ficar nas taças de vinho com uma porção de frios e queijos locais, deixando o tempo passar.

Entre um passeio e outro, um gelatto sempre vai bem. A vitrine da gelateria Brivido é uma tentação. Desta vez, o sorvete de chocolate foi acompanhado do sabor creme inglês. Muito bom.

Um sorvete 'piccolo' de chocolate e creme inglês da Brivido.

Wi-Fi grátis é raridade nos estabelecimentos de Siena. Felizmente conhecemos o Zest Cafe Winebar, ao lado do santuário de Santa Catarina (di Siena). O café oferece internet grátis aos clientes, comidinhas e massas rápidas e carta de vinhos interessante. Provei uma deliciosa tortilla espanhola de salmão com aspargos e salada. O Dexter ‘mangiou’ um penne ao sugo com manjericão e ficamos felizes da vida navegando na internet.

Tortilla espanhola de salmão e aspargos do Zest. Wi-Fi grátis, ótimo atendimento e carta de vinhos convidativa

O simpático Giacomo abriu o Zest há dez meses e apostou em um ambiente mais moderno, que contrasta com os estabelecimentos da cidade. Vale fazer uma pausa para um lanche, café ou uma tacinha de vinho com mix de presuntos e salame. O atendimento é nota dez.

A festa do caracol
Siena é famosa pelo Palio, uma corrida de cavalos disputada entre as 17 ‘contrade’ (comunidades ou bairros) da cidade. Cada contrada possui uma bandeira e um animal como referência. Por conta disso, a cada esquina, o viajante encontra uma estátua,  fonte ou azulejo simbolizando uma pantera, águia, tartaruga, caracol etc., que marca os limites da comunidade.

Festa da contrata do caracol. Momento veramente italiano

Nossa hospedagem ficava na contrada do caracol (Chiocciola), que estava promovendo uma ‘quermesse’ praticamente no quintal do B&B. A dona ficou preocupada e nos alertou sobre o barulho, mas queríamos mesmo era entrar na festa.

Nos acomodamos em uma das longas mesas de madeira ao ar livre, bem no estilo ‘Poderoso Chefão’, e provamos o cardápio fixo servido em pratinhos de plástico. Dividimos o prato de churrasco (bisteca, costelinha e uma linguiça ‘toscana’ sensacional), penne ao ragu de carne de boi com cogumelos e um acompanhamento simples e divino: grão de bico cozido, refogado com azeite e alecrim. Esse eu vou fazer em casa.

Grão de bico refogado no azeite com alecrim. Simples e delicioso

Depois do jantar ‘veramente italiano’, acompanhado do vinho tinto da quermesse, o aroma de Nutella me conduziu à barraquinha de crepes para finalizar a celebração. Depois me arrastei feito um caracol para o B&B.

Em Siena há agências especializadas em tours pelas vinícolas de Chianti, Montalcino e Montepulciano.  No próximo post, conto tudo sobre a visita à terra do Brunello.

Gelateria Brivido
Via Pellegrini 1 – Siena, Itália
Tel.: 0577 280058

Le Bonfà di Giangio
Via Casato di Sopra, 10 – Siena, Itália
Tel.: +39 057 746 766

Trattoria Fonte Giusta
Via Camollia, 102 – Siena, Itália
Tel.: +39 057 740 506

Zest Cafe Winebar
Costa di Sant´Antonio, 13 – Siena, Itália (em frente ao Santuário de Santa Catarina de Siena)
Tel.: +39 057 747 139

Dica extra: bem em frente ao café Zest há um beco. Siga esse beco e você sairá em uma área incrível com diversas opções de restaurantes bacanas. Depois me conte…

6 Responses to “Os encantos de Siena”


  1. […] completa em nenhum restaurante (e eu como bastante… Pode acreditar). Veja também o toast de Siena. Fetuccine Da Neroni (ovos, cogumelos, presunto e ervilha) e meio litro de vinho branco da casa. […]

    Curtir


  2. Que egal Dani! Acabei de voltar de lá e viajei de novo com seu post. O sorvete do Brivido era de fato ótimo! Beijos,

    Curtir


  3. […] em Siena, encontrei uma portinha simpática com a placa da Wine and Tours. A agência oferece pacotes de […]

    Curtir


  4. […] a calmaria de Siena e Montalcino, chegamos à efervescente Florença e nos instalamos perto da estação de trem, mas a […]

    Curtir


  5. […] e castanhas envolta em açúcar de confeiteiro chamada Panforte. A receita medieval se originou em Siena, onde também há versões de chocolate. A torta medieval de Siena em todos os tamanhos e […]

    Curtir


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: