O chef Ken Mizumoto comanda a grelha no Yorimichi Izakaya, no Paraíso.

Ken Mizumoto comanda a grelha do Yorimichi Izakaya, no Paraíso. Vale fazer reserva.

Yorimichi significa ‘desvio’ ou ‘sair do caminho de casa’. Para mudar sua rota, o novo Yorimichi Izakaya aposta nos espetinhos na brasa (kushiyaki) muito bem preparados pelo chef Ken Mizumoto, do Shin-Zushi.

Espetinho de asinhas crocantes parcialmente desossadas (R$ 6,50).

Espetinho de moela (R$ 6,90) é um ótimo começo para o happy hour.

Entre as especialidades de frango estão asinhas crocantes, cubos de sobrecoxa com cebolinha ou wasabi, coração, fígado e moela. Os preços variam de R$ 6,90 (moela e coração) a R$ 8,50 (asinha). E se você torceu o nariz para os miúdos, esta é uma ótima oportunidade de mudar de opinião.

Butabara, barriga de porco com o ótimo molho tare (R$ 9,50) e bolinho de arroz grelhado em alga crocante (Misoyaki onigiri).

Barriga de porco com o ótimo molho tare da casa (R$ 9,50) e bolinho de arroz grelhado em alga crocante (Misoyaki onigiri).

Vale provar também o Gyutan, espeto de língua bovina (R$ 11,50) e a Butabara, barriga de porco com o ótimo molho tare (R$ 9,50) feito com redução de vinho, frango e açúcares. Uma boa dupla é pedir um espetinho e o bolinho de arroz grelhado e servido em alga crocante (Misoyaki onigiri).

Carta refinada de saquês tem dose a partir de R$ 50. A cerveja kirin ichiban sai por R$ 12.

Dose de saquê custa a partir de R$ 50. Cerveja Kirin sai por R$ 11, a long neck.

A carta de bebidas do Yorimichi é requintada. Entre os rótulos de saquê, a dose parte de R$ 50. Há também opções de shochu (aguardante de batata ou arroz) e uísques japoneses. Eu fiquei na cerveja mesmo. Você pode escolher Original ($15), Kirin (R$ 11) ou Sapporo (R$ 18).

Porção de frango frito (karaague) com molho de ameixa.

Porção de frango frito (Tori ume karaague) com molho de ameixa (R$ 19).

O cardápio inclui espetinhos vegetarianos, pratos e porções. A de frango frito (Tori ume karaage) leva molho de conserva de ameixa (R$ 19), mas o empanado não agradou muito. O caldo de frango com ovo (R$ 10) é saboroso, mas ainda prefiro os espetinhos.

Caldo de frango com ovo e espeto de sobrecoxa com cebolinha.

Caldo (owan) de frango com ovo e espeto de sobrecoxa com cebolinha.

É importante fazer reserva antes de desviar o caminho para o Yorimichi. Estive por lá primeira semana de funcionamento, com o amigo Edgard, e garantimos nossos lugares no balcão. No andar superior há três salas para grupos reservados.

Yorimichi Izakaya
Rua Otávio Nébias, 203 – Paraíso – São Paulo – SP
Horários: Segunda-feira a sábado, das 18h30 às 00h30
Tel.: (11) 3052-0029

Aventureiros do bairro japonês descobrem os sabores do Izakaya Issa

Junte a curiosidade com a vontade de comer e você vai descobrir o maravilhoso mundo da culinária japonesa, que não está nos rodízios. O bairro da Liberdade é o cenário perfeito para isso, mas é necessário ter as fontes certas. Recentemente, o amigo e gourmet Alê Daloia me apresentou o Izakaya Issa, um pequeno restaurante na Rua Barão de Iguape, comandado pelas simpáticas senhoras Margarida e Takai, que reserva grandes descobertas entre as iguarias do Japão.

Clube do shochu e do saquê entre os habitués

Para garantir seu agradável jantar sem esperar muito é recomendável fazer reserva alguns dias antes. Estive por lá em uma sexta-feira às 20h30 (em ponto) e às 9h30 as poucas mesas e o balcão já estavam lotados de locais ou pessoas que, como nós, adoram descobrir lugares especiais em São Paulo.

Peixe frito escabeche, nabo picante, acelga curtida e berinjelas

O modesto e aconchegante Izakaya Issa é, na verdade, um bar de saquês ou shochus (aguardente de batata, arroz e cevada leve e tão perigoso como o saquê) cujo cardápio oferece uma variedade de iguarias para acompanhar as bebidas de seus frequentadores – muitos deles com seus nomes escritos nas garrafas atrás do balcão.

Simpatia e cultura nos detalhes

Na prática e diante do valor da dose de saquê (R$ 20 o importado e R$ 15 o nacional), nos concentramos nos quitutes com cervejinha gelada de garrafa. Começamos com uma entrada de quatro sabores (R$ 20): nabo deliciosamente temperado com um leve toque de pimenta, acelga curtida, berinjela refogada e peixe frito escabeche.

Os incríveis copinhos de saquê (R$ 15 o nacional e R$ 20 o importado)

Vale aqui fazer uma pausa para as louças. Do apoio de hashi, ao copinho de sushi em porta-copo de crochê, tudo é servido em alguma peça que parece ter sido guardada cuidadosamente pela família, há anos, o que dá um ar ainda mais especial ao restaurante.

Tempurá de Lulas 'Adorei'

Começamos a degustação dos petiscos pelo tempurá de lulas muito macias, que merece o trocadilho de ‘lulas adorei’. A porção acompanha o molho de tempurá, mas a dona Margarida recomenda provar somente com sal. Aliás, siga as recomendações destas atenciosas senhoras e você vai se dar bem. O peixe meca grelhado que pedimos na sequência, por exemplo, não está no cardápio e é uma deliciosa recomendação.

Meca grelhado (sugestão da casa, fora do cardápio)

Antes do ‘prato principal’ também pedi um Chawan Mushi, que vi entre as dicas do frequentador Marcelo Katsuki. Ao destampar a linda cumbuquinha de louça você encontra um creme de ovos cozidos no vapor, com cogumelos shitake e shimeji, bem leve de tempero e quentinho para confortar o estômago.

Okonomiyaki, a 'pizza japonesa' salpicada de raspas de peixe 'dançantes'

E chegou a hora do esperado e tão falado Okonomyiake, a ‘pizza japonesa’, como apelidou Daloia. A  massa da ‘redonda’ leva repolho picado, pedacinhos de frutos do mar, maionese e molho tarê, salpicada com raspas finíssimas de peixe, que ficam ‘dançando’ com o calor do prato. Essa, de fato, é uma iguaria deliciosa e diferente de tudo que já provei na culinária japonesa. Só de espiar nas mesas ao lado dá pra sacar que é um dos carros-chefe da casa.

Deliciosos bolinhos de polvo servidos com raspas de peixe e molho tarê

Para fechar a primeira noite da confraria de curiosos e gulosos pedimos os bolinhos de polvo. A princípio pedimos meia porção, o que só é possível se outra mesa também pedir os bolinhos já que são preparados em uma grelha especial com forminhas redondas (já tinha visto em um episódio de ‘No Reservations’ em Osaka). No fim das contas devoramos uma porção de saborosos bolinhos e fomos felizes para casa após um banquete de novos sabores do Japão. É Issa aí!

Dona Takai manejando os bolinhos de polvo

Izakaya Issa – Rua Barão de Iguape, 89 – Liberdade. São Paulo – SP. Tels.: (11) 3208-8819 / 7677-4910. O estacionamento ao lado que sai por menos de R$ 10. Veja mais fotos no Flickr do Braun Café.

%d blogueiros gostam disto: