A marguerita de massa finíssima da Napoli Centrale, nova integrante da área de alimentação do Mercado Municipal de Pinheiros.

A marguerita de massa finíssima da Napoli Centrale, nova integrante da área de alimentação do Mercado Municipal de Pinheiros.

A pizza de massa finíssima da Napoli Centrale, aberta em junho, é mais um bom argumento para visitar o Mercado Municipal de Pinheiros. Estive por lá na semana passada para experimentar a pizza, mas antes dei uma passada pelo Mocotó Café, que faz parte da nova fase do mercado, ao lado da pioneira Comedoria Gonzales.

Porção de torresmos crocantes e irresistíveis do Mocotó Café.

Porção de torresmos crocantes e irresistíveis do Mocotó Café.

Difícil resistir à porção de lindos torresmos na vitrine, que vão bem com a cerveja extra clara da Bamberg (R$ 12). Também precisei apresentar à uma amiga os dadinhos de tapioca com molho agridoce picante. E aí a gente acabou dividindo um baião de dois com carne de panela, farofa e vinagrete (R$ 26).

O forno italiano da Napoli Centrale, de onde saem as pizzas certificadas como 'veramente napolitanas'.

O forno italiano da Napoli Centrale, de onde saem as pizzas certificadas como ‘veramente napolitanas’.

Mas e a pizza? Também teve. As pizzas individuais da Napoli têm ingredientes e modo de preparo certificados pela Associazione Verace Pizza Napoletana (AVPN). Fiquei impressionada com a massa de fermentação lenta tão delicada.

Pizza frita de calabresa na cachaça é outra opção do cardápio.

Cardápio inclui pizzas fritas como a de calabresa na cachaça (R$ 18).

Provei a mais napolitana de todas: Marguerita com molho de tomates suave, fatias de queijo dispostas com parcimônia e folhas frescas de manjericão (R$ 20). Simples, leve e deliciosa. O cardápio inclui pizzas fritas como a de calabresa na cachaça (R$ 18) e entradas, como pão de calabresa (R$ 8, a fatia) e os bolinhos de arroz (arancini). Só achei que a IPA da Porco Loco Cervejeiros (R$ 14) é too much para a leveza da pizza. Talvez seja mais bacana com os bolinhos. A casa também oferece vinhos em taça.

Pizza do mês da Napoli Centrale, a partir de quinta (18/8) tem mascarpone, pancetta, cogumelos e ovo estrelado. Foto: Facebook/Napoli Centrale

Pizza do mês da Napoli Centrale, a partir de quinta (18/8), tem mascarpone, pancetta, cogumelos e ovo estrelado. Foto: Facebook/Napoli Centrale

A pizza do mês merece outra visita. Quando estive por lá, era de peras e gorgonzola, mas o sabor mudou na última quinta-feira (18/8). Agora, a combinação é de queijo mascarpone, pancetta, cogumelos Portobello e um ovo de gema mole no meio. Quero.

Mercado de Pinheiros tem boxes com produtos de regiões como Cerrado, Pampas e Amazônia.

Mercado de Pinheiros tem boxes com produtos de regiões como Cerrado, Pampas e Amazônia.

E depois do almoço duplo, bora pro andar térreo, onde estão as bancas de hortifruti, empórios e, desde março, três boxes com produtos de cooperativas da Amazônia, Caatinga, Cerrado, Mata Atlântica e Pampas. No box da Central do Cerrado, me encantei com a geleia de umbu, doce e azedinha, e com a pasta de pequi, que vai bem no arroz, frango e até com torradinha. E se for comprar castanhas e grãos, minha dica é o box Truques da Vovó, que tem boa qualidade e variedade.

Mercado Municipal de Pinheiros
Rua Pedro Cristi, 89 – Pinheiros, São Paulo – SP
Horários: Segunda a sábado das 8h às 18h

Mocotó Café
Rua Pedro Cristi, 89 – Box 62/63
Tel.: (11) 3031-7932
Horários: Segunda a sábado das 8h às 17h

Napoli Centrale
Rua Pedro Cristi, 89 – Box 84
Tel.: (11) 3031-1689
Horários: Segunda a sábado das 10h às 20h

Truques da Vovó
Rua Pedro Cristi, 89 – Box 1B
Tel.: (11) 3031-6800
Horários: Segunda a sábado das 8h às 18h

Máscaras de pizza para atrair os turistas

Em Veneza provei a melhor pizza em pedaço da minha vida. Na pequena pizzaria Antico Forno, imensas redondas saem a cada cinco minutos e cada fatia custa apenas 3 euros. Veja mais fotos de Veneza no Flickr do Braun Café.

Confesso que estava rodando a Calle San Polo atrás das dicas de Anthony Bourdain, para almoçar em uma terça-feira nublada, após um passeio pela encantadora e única cidade.  A Cantina do Mori estava fechada e a Ostaria L’Acquasanta, lotada.  A pizza venceu.

Antico Forno: pizza crocante e quentinha em pedaços grandes de 2,50 a 3 euros

Depois de me deliciar com um pedaço de muçarela, tomates cereja e rúcula, ainda dividi uma fatia de muçarela simples e saí feliz da vida para caminhar pela cidade abarrotada de turistas. Mais tarde descobri que a Forno Antico, com apenas dois funcionários – o pizzaiolo e a atendente, que serve as pizzas, bebidas e cuida do troco – era muito bem cotada no Trip Advisor. Os elogios são merecidos.

Cicchetti: as tapas venezianas

O cicchetto (no plural ‘cicchetti’), petisco de balcão para saborear com vinho ou cerveja, é outra especialidade local. Lembra bastante as tapas de Madri. E foi na ‘botecagem’ veneziana que celebrei meu aniversário provando uma porção de quitutes (bacalhau empanado, sardinha acebolada, sardinha curtida no vinagre enrolada em azeitona e um tipo interessante de pimenta redondinha e bem suave recheada com atum). Para acompanhar, uma taça de vinho branco do Vêneto e depois uma cervejinha local.

Doces tentadores na Pasticceria Ballarin

Na alegria da comemoração esqueci de pegar o cartão do bar, que não tinha nome na fachada. Mas o local fica na Calle Cannaregio, próximo à igreja Santi Apostoli e ao Hotel Bernardi Semenzato, onde me hospedei (ótima dica dos amigos Alê e Fabi). Seguindo a mesma rua você encontra a Pasticceria Ballarin, onde pode tomar um bom espresso enquanto é hipnotizado pela vitrine de doces.

Antipasti: o suave aliche branco na Trattoria da Bepi

A poucos metros do bar de cicchetti, na mesma Calle Cannaregio, consegui uma mesa na Trattoria da Bepi para jantar. Já era tarde e estava difícil achar um cantinho na cidade fervilhando de gente. Faça reservas com antecedência se quiser garantir um bom lugar.

Spaghetti com lagostim e vinho da casa

Na entrada provei o aliche branco, bem mais suave do que o peixinho salgado que costumamos encontrar. Com pãozinho italiano e meia jarra de vinho branco da casa, o antepasto já abriu muito bem o apetite para as massas. Fábio foi de spaghetti ao molho de tomate e lagostim. Eu pedi um ótimo linguine com molho de caranguejo. Inesquecíveis sabores de Veneza.

Antico Forno
Sestiere San Polo, 970 – Veneza, Itália
Tel.: +39 041 520 4110

Cantina do Mori
Sestiere San Polo, 429 – Veneza, Itália
+39 041 522 5401  

Ostaria Al Diavo’Lo e L’Acquasanta
Sestiere San Polo, 561/B (Calle Della Madonna) – Veneza, Itália

Tel.: +39 041 277 0307
E-mail: hosteriaaquasanta@gmail.com

Pasticceria Ballarin 
Sestiere Cannaregio, 5794 – Veneza, Itália
Tel.: +39 041 528 5273       

Trattoria da Bepi
Cannaergio, 4.550 (Santi Apostoli) – Veneza, Itália
Tel.: +39 041 52 85 031  (Fechado às quintas-feiras)
E-mail: dabepi@tin.it

%d blogueiros gostam disto: