Vila Madalena marroquina

março 11, 2012


A culinária marroquina é bem representada no prato principal do Tanger para o almoço da São Paulo Restaurant Week 2012. O evento que reúne mais de 200 restaurantes com cardápios em promoção, na capital e no interior  de São Paulo, vai até o próximo domingo dia 18 de março. Veja também o post do Blú Bistrô na Restaurant Week 2012.

O tagine de frango com amêndoas e ameixas (Coxa e sobrecoxa de frango cozidas com canela, gengibre, ameixas e amêndoas) servido com couscous marroquino estava especial e valeu por todo o cardápio promocional de almoço, que custa R$ 31,90 (além da doação de R$ 1 para a Associação Comunitária Monte Azul). Continue lendo »

Risotto di Salmone con Pisseli do Vicolo Nostro (cubos de salmão, ervilhas frescas e hortelã)

Depois do Obá, a ‘maratona’ do Braun Café na 8ª São Paulo Restaurant Week 2011 passou pelo italiano Vicolo Nostro, o chinês Ping Pong e o francês Robin de Bois. A temporada paulista de cardápios promocionais em 300 restaurantes da capital e 12 cidades paulistas termina neste domingo (3/4), mas deve voltar no segundo semestre.

Juntei neste ‘toast’ minhas impressões de mais três restaurantes visitados e algumas considerações gerais para quem quiser arriscar uma reserva aos 45 do segundo tempo ou já ficar de olho na próxima temporada.

“Vale a pena participar da Restaurant Week?”, perguntei ao sócio-proprietário do Robin de Bois enquanto esperava minha irmã para o jantar, na última quinta-feira. “Vale sim porque você divulga o restaurante e muita gente volta”, disse Otávio. “E o preço do nosso cardápio não está tão acima da promoção. É possível fazer uma refeição por R$ 45 em um dia normal, com entrada e prato principal, que é bem servido, ou prato principal e sobremesa”, comparou.

Opção no cardápio promocional do Vicolo Nostro: Tortelloni d' Agnello (massa fresca recheada com cordeiro ao molho cremoso de sálvia)

Em seu segundo ano de Restaurant Week, o proprietário do bistrô aberto há três anos também fez uma observação interessante: “Se você não entrar na Restaurant Week, prepare-se para ficar com o restaurante vazio por duas semanas… Pode até aproveitar para fazer uma reforma (rs)”.

Levantei a questão após ter lido uma entrevista da chef Paola Carosella do Arturito, que estreou na SPRW com reservas esgotadas antes do início do evento. A chef criticou o evento  dizendo que os preços praticados na Restaurant Week são muito baixos, levando restaurantes a oferecer produtos de qualidade inferior.  Pelo que pude provar em dois ótimos jantares no Robin de Bois e no Obá, por exemplo, o argumento pode ser descartado. Como disseram amigos “ninguém é obrigado a participar”. E se participar, que seja para fazer bonito e atrair clientes depois da promoção.

Ping Pong: saladinha de agrião com shitake e Pork puf (massa folhada com recheio de mignon suíno, coberta com mel e gengibre)

E vale a pena sair de casa às 11h, se perder no Brooklin para chegar às 12h no caro e bem cotado Vicolo Nostro, sem perder a reserva? No meu caso e da amiga Cecília, a aventura compensou pelos ótimos pratos principais: Risotto di Salmone con Pisseli (com cubos de salmão, ervilhas frescas e hortelã) e  Tortelloni d` Agnello (massa fresca recheada com cordeiro ao molho cremoso de sálvia).

A salada caprese estava boa, mas nada espetacular (a gente faz em casa). Já a salada de folhas com croutons feitos de polenta frita mostrou criatividade dentro do orçamento. As sobremesas  (ambrosia e banana flambada com sorvete de creme) estavam gostosas, mas nada de mais. O que me deixou surpresa foi o serviço tão rápido a ponto de servirem as entradas antes das bebidas, claramente um sinal de que a clientela precisava ‘circular’.

O melhor do Ping Pong: bolinhos de massa fina ao vapor recheados de carne de caranguejo e camarão, frango e castanha e camarão e broto de bambú

Percebemos a pressa, mas não demos muita bola. Para celebrar a aventura, arriscamos um rosé francês que custou o almoço das duas (R$ 59), mas era a melhor relação custo-benefício que encontrei. Estava leve e refrescante, perfeito para o ‘almoço do meio-dia’ no sábado. O café com muitos docinhos também foi uma ótima pedida (R$ 5) fora do cardápio. Voltarei ao Vicolo fora da SPRW? Difícil. A maioria dos pratos do cardápio regular custa entre R$ 50 e R$ 80.

No domingo passado foi a vez do chinês Ping Pong. Cheguei às 13h pontualmente e minha reserva estava lá. Como fui sozinha peguei uma mesa no balcão e pude acompanhar a chef Paula Villas Boas dando saída nos pratos para o restaurante lotado por conta do evento. Também fiquei observando o preparo dos bolinhos ‘dim sum’ feitos em recipientes de bambu, furadinhos, em plataformas de vapor.

Mousse de capim santo com gelatina de maracujá também agradou no Ping Pong. Atendimento não foi tão doce para alguns clientes.

A porção de três pequenos bolinhos com massa finíssima semelhante à do guiozá e recheios de caranguejo, frango e camarão foi o que mais agradou no amplo cardápio elaborado pelo Ping Pong. A saladinha de folhas de agrião com shitake, tiras de cenoura e gergelim também estava saborosa.

Na sequência vieram os fritos – Rolinho primavera com legumes e Crispy prawn ball (Camarões fatiados com cebolinha em macarrão de fios de ovos) -, o assado Pork puf (Massa folhada com recheio de mignon suíno, coberta com mel e gengibre), os bolinhos no vapor e ainda uma cumbuca de arroz a base de leite de coco com molho de frango (um pouco salgado). Achei o cardápio bem farto, mas meio carregado. Valeu pelos delicados bolinhos e pela sobremesa (mousse de capim santo com gelatina de maracujá).

Tartare de Saint Pierre com saladinha de rúcula e chips de batata. Boa comida e simpatia no Robin de Bois

O atendimento do Ping Pong foi correto, porém um pouco tenso. Compreensiva, cheguei a levantar da cadeira e ir direto ao balcão para pedir outra água – os garçons perceberam e pega mal para eles. Já duas amigas, que estiveram por lá esta semana, quase partiram para o Kung-Fu. A reserva não tinha sido anotada e as duas quase imploraram pelo atendimento “do refri ao cafezinho”, contou a Simone.

Um belo dia, quando a equipe estiver mais tranquila, pretendo voltar ao Ping Pong fora da SPRW para provar os combinados de bolinhos, que parecem acessíveis (R$ 30 a R$ 40), e os chás florais chineses – outro destaque da casa.

Clássico Boeuf Bourguignon com purê de batata e couve crocante

Finalmente, meu espírito ‘Magali’ sossegou na última quinta-feira em um lugar que eu queria muito conhecer, e que superou minhas expectativas: o bistrô Robin de Bois. De cara me encantei com e clima e a decoração do lugar, inspirado na matriz nova-iorquina que começou como antiquário há 11 anos. A simpatia e atenção do dono da casa, em plena loucura de Restaurant Week, o bom-humor dos garçons e, é claro, a comida saborosa e bem preparada me conquistaram.

A casa também oferece diversas opções interessantes de vinhos em taça e mini garrafas (R$ 14 a R$ 18 em média). Uma taça do adorável Figaro Rouge rosé foi minha escolha (R$ 14) para o jantar. Destaque para o bem temperado tartar de saint pierre com salada de rúcula, o boeuf bourguignon acompanhado de purê de batata e couve crocante e o filé de saint pierre ao molho de maracujá acompanhado de purê de batatas com gengibre.

Le Moules - Mariscos cozidos ao molho Robin (creme de leite, vinho branco e tomate). Há opções de molho ao curry e com leite de coco

Nas sobremesas, a torta de maçã ‘invertida’ (massa crocante quente com canela sobre lâminas de maçã cremosa) ganhou do gateau de chocolate meio-amargo com creme inglês. Falando em doces, o bistrô fica ao lado da Maria Brigadeiro e também oferece no cardápio os quitutes ‘gourmet’ da vizinha para a hora do café.

O único porém do Robin de Bois é a proximidade das mesas para dois (quase entrei no bate-papo sobre música com o casal ao lado). A aproximação faz certo sentido nos bistrôs apertadinhos, mas acho que o restaurante tem espaço para dar mais privacidade aos clientes.

E finalmente, tive mais uma surpresa fora do cardápio do bistrô. Matei a curiosidade e a vontade de comer uma das especialidades da casa: Le Moules (tenros e deliciosos mariscos ‘lambe-lambe’ à moda francesa cozidos em molho de vinho branco, creme de leite fresco e pedacinhos de tomate). A porção farta (R$ 38) acompanha fritas crocantes e fatias de pão ‘tipo italiano’ macio e quentinho. Quase desisti do menu da Restaurant Week para pedir mais. Vale dar uma ligada antes para checar se é dia de mariscos.

Ping Pong – Rua Lopes Neto , 15 – Itaim Bibi – São Paulo (SP). Tel.: (11) 3078-5808

Robin des Bois – Rua Capote Valente , 86 – Pinheiros – São Paulo (SP). Tel.: (11) 3063-2795

Vicolo Nostro – Rua Jataituba , 29 – Jardim das Acácias – São Paulo (SP). Tel.: (11) 5561-5287

Lulas à Provençal com risoto de açafrão e aspargos do Limonn (Foto: Luis Simione/Arquivo SPRW)

Promoções de restaurantes deram tão certo em sites de compras coletivas que temos praticamente uma eterna temporada de descontos gastronômicos. Até o empresário que trouxe a Restaurant Week ao Brasil pegou um jacaré nessa onda e hoje também encontramos serviços temáticos dedicados aos descontos da boa mesa.

Mas a São Paulo Restaurant Week não perde o charme. De 21 de março a 3 de abril você pode descobrir um restaurante bacana que caprichou no cardápio e no atendimento para conquistar clientes – ou aquele que entrou no embalo, não segurou a onda e nunca mais lhe verá novamente.

Mix do Ping Pong inclui camarões fatiados com cebolinha em macarrão de fios de ovos e massa folhada com recheio de mignon suíno coberta com mel e gengibre (Foto: Luis Simione/Arquivo SPRW)

Em sua primeira temporada de 2011, a 8ª São Paulo Restaurant Week virou estadual, passando a oferecer cardápios promocionais a preços fixos em 301 restaurantes de 12 cidades (São Paulo, Barueri, Campinas, Cotia, Embu, Guarujá, Ribeirão Preto, Santos, Santo André, São Bernardo do Campo, São José dos Campos e São Sebastião).

O evento também ganhou aplicativo ‘Restaurant Week 2011‘ para iPhone, iPad e iPod Touch com os cardápios, serviços e mapas dos restaurantes participantes. Há uma versão do site adaptada a dispositivos móveis, que está entrando em operação esta semana. É uma boa porque navegar pelos restaurantes no site tradicional está uma dureza (e testei em três navegadores!).

Salada de verduras assadas na brasa, coalhada caseira, dill, rúcula e alho é uma das entradas do Arturito (Foto: Rafael Weinberg/Arquivo SPRW)

Os menus com entrada, prato principal e sobremesa saem por R$ 29,90 no almoço e a R$ 39,90, no jantar. Vale lembrar que bebidas, serviço e couvert são cobrados separadamente (fique de olho nos preços e confira as dicas do Braun Café para não entrar em roubadas).

Entre os 233 restaurantes na capital paulista, nesta temporada senti falta do AK Delicatessen, que segundo a chef Andrea Kaufmann está prestes a ser reinaugurado na Vila Madalena. “Pena mesmo não estar nesse SPRW, mas  tem casas bem legais como o Arturito, o sempre bom Obá e o Marcel!”, diz Andrea.

'Riso Nero' do Buttina: doce siciliano de arroz arbóreo, amêndoas e chocolate. Finalizado com biscoito e Limoncello (Foto: Luis Simione/Arquivo SPRW)

O Arturito, de influência europeia, é um dos estreantes da SPRW ao lado do Taizan – minha referência desde criança de comida chinesa -, dos italianos La Dolce Vita e Forneria San Paolo, do novo toscano Villa Cioè, e do Portal da Coreia, primeiro coreano a participar do evento.

Veja aqui uma lista de dez restaurantes testados pelo Braun Café e/ou pelos leitores na edição anterior da São Paulo Restaurant Week, e que continuam no evento (os links levam aos cardápios desta temporada):

Buttina
Rua João Moura , 976 – Pinheiros. Tel.: (11) 3083-5991
(Delicioso italiano em uma casa sensacional. O spaghetti de cacau é incrível, mas acho que vale testar o menu na SPRW)

Carlini – Mooca (almoço e jantar)
Rua Dona Ana Néri , 265 – Mooca. Tel.: (11) 3208-2024
(Ótimo italiano tem mais dois endereços recentes em Perdizes e na Vila Madalena. Veja o post do Carlini)

Caroline – (almoço e jantar)
Rua Oscar Freire, 145 – Jardim Paulista. Tel.: (11) 3068-0601
(Muito bem recomendado pelos leitores)

Emprestado Restaurante (menu almoço e jantar)
Rua Mourato Coelho , 992 – Pinheiros. Tel.: (11) 3034-0214
(Elogiado pelo menu criativo e saboroso, apesar das trapalhadas no atendimento)

Ganesh (almoço e jantar)
Av. Roque Petroni Jr , 1089 (Shopping Morumbi – loja 20 – piso lazer). Tel.: (11) 5181-4748
(Para a leitora Cris Sato esse indiano ‘sempre vale a pena‘)

Limonn (almoço e jantar)
Rua Manuel Guedes, 545 – Itaim Bibi. Tel.: (11) 2533 7710
(Só elogios. Esse eu quero conhecer nesta temporada)

Obá Restaurante (almoço e jantar)
Rua Melo Alves , 205 – Jardins. Tel.: (11) 3086-4774
(Delicioso veterano da SPRW. Foi um dos meus primeiros posts na SPRW em 2008)

Ping Pong (almoço e jantar)
Rua Lopes Neto , 15  – Itaim Bibi. Tel.: (11) 3078-5808
(Cardápio criativo agradou na última SPRW, apesar da falta de privacidade entre as mesas)

Seraphini (almoço e jantar)
Alameda Jaú , 1303 – Jardins. Tel.: (11) 3081-1160
(Bem avaliado dentro da SPRW e fora da temporada. Veja post do menu executivo)

Vinheria Percussi

Rua Cônego Eugenio Leite , 523 – Pinheiros. Tel.: (11) 3088-4920
(Italiano de primeira, com bela carta de vinhos. Meu amigo Pedro, ‘objetivo chef’,  esteve por lá na SPRW e recomenda)

Outros restaurantes da lista que despertaram curiosidade foram o bistrô Robin de Bois, o italiano Dolce Villa, que visitei uma vez há muitos anos, e o Becco 388, que oferece um risoto bem interessante.

Ops… crepe de vidro: o bistrô Crepe de Paris decepcionou nossa leitora Michelle na última SPRW. Saiba mais sobre esse episódio.

"Carpe Diem": delicioso rosé chileno acompanhando o último almoço na Restaurant Week 2010

A Restaurant Week 2010 já acabou em São Paulo, mas preciso registrar aqui minhas impressões sobre o almoço promocional no Lola Bistrot, que foi bastante agradável. Vale como dica de bons restaurantes para a próxima temporada paulistana do evento, que deve ocorrer em março de 2011.

O Lola é um bistrô com preços mais elevados e um bar de vinhos bem bacana, na Vila Madalena. Já estava de olho nele há um tempo, chequei o cardápio promocional do almoço e consegui garantir minha reserva no último sábado. O garçom não fez cerimônia e já ofereceu, de cara, o menu da Restaurant Week, mas pedi para dar uma olhada da carta de vinhos.

Mini croque monsieur com saladinha verde e vinagrete de siciliano

Quem me acompanhou foi a amiga Ciça, que também é parceira de Restaurant Week, e escolheu um ótimo vinho para celebrar: o rosé chileno “Carpe Diem”. A bebida de sabor alegre e refrescante fez jus ao nome e ao momento. A carta também oferece o vinho em taça (R$ 16), mas a garrafa (R$56) compensava mais.

Musseline de mandioquinha ao funghi e azeite de ervas. Simples, saboroso e criativo.

Na entrada, Ciça pediu o Mini croque monsieur com saladinha verde e eu fui de Musseline de mandioquinha ao funghi e azeite de ervas. Ambos estavam ótimos e muito bem apresentados. Gostamos muito do delicado creme de mandioquinha servido em um copo de vidro. Uma entrada simples e saborosa para fazer um charme em casa.

Destaque do almoço: Brandade de bacalhau com purê de salsa francesa, castanha e tapenade, servido com folhas de couve refogadas e um toque de pimenta biquinho

Entre duas opções de pratos principais, o destaque ficou com a Brandade de bacalhau com purê de salsa francesa, castanha e tapenade, servida com folhas de couve levemente refogadas e pimenta biquinho para dar o toque final. Um prato delicioso, leve e diferenciado com as castanhas. A escolha da Ciça agradou tanto que já demos a dica à querida Iara, que encontrei por lá. Ela e a amiga aprovaram.

Cordeiro braseado com polenta mole, cogumelo crocante e funghi

Minha opção foi o Cordeiro braseado com polenta mole, cogumelo crocante e funghi. Estava ótimo, mas achei a brandade mais interessante.

Na hora sobremesa, a escolha não foi difícil já que a outra opção era ‘fruta da estação’. Neste ponto achei pouco criativo oferecer fatias de abacaxi. Escolhemos a Maçã crocante, uma espécie de compota de maçã com canela, servida em uma finíssima massa crocante, com um toque de chantily e uma folhinha de hortelã. Doce na medida certa e muito bem montada.

Compota de maçã com canela, servida em uma fina massa crocante, com toque de chantily e folha de hortelã

Após um expresso com pedido de ‘bolachinhas extra’ (tática que Ciça emprega sem medo quando gosta da bolachinha servida junto ao café) saímos satisfeitas e felizes em um sábado de ‘carpe diem’.

Lola Bistrot: Rua Purpurina, 38 – Vila Madalena – São Paulo (SP). Tel.: (11) 3812-3009 (Segunda a sexta das 12h às 15h. Sábado e Domingo das 13h às 16h).

Dicas dos leitores
Aproveito o ‘toast’ para agradecer comentários publicados pelos leitores do Braun Café que fizeram suas maratonas gastronômicas e deixaram impressões por aqui. Agradeço especialmente Cris Sato, Thais e Mirela pelas dicas preciosas e pelos alertas como o da Michelle que ajudarão a orientar nossas escolhas na próxima Restaurant Week. Obrigada e voltem sempre!

Update – O Maria Lima Bistrô apresentou um cardápio interessante e sofisticado na Restaurant Week. A amiga Flávia adorou e fez fotos do almoço para o Braun Café.

A Restaurant Week 2010 continua em outras capitais: Belo Horizonte (13 a 26 de setembro), Curitiba (27 de setembro a 10 de outubro), Rio de Janeiro (18 a 31 de outubro) e Recife (15 a 28 de novembro), Porto Alegre (15 a 28 de novembro) e Salvador (22 de novembro a 5 de dezembro).

Osteria: semifredo ao capuccino com 'ragú de frutas vermelhas'. Se criassem uma 'Dessert Week' seria uma sucesso

Sexta e sábado experimentei os cardápios promocionais de dois italianos participantes da 7ª São Paulo Restaurant Week, que acontece até 12 de setembro na cidade. O jantar do tradicional Don Carlini, na Mooca, estava excelente e o menu do Osteria foi bem executado, mas o que me chamou mais a atenção foram as sobremesas.

Entre as opções oferecidas pelo Don Carlini estava um maravilhoso pudim de pão, acompanhado de sorvete de creme e de uma calda de laranja que fez toda a diferença. Vou dar a dica para minha Tia Loque, que me apresentou seu delicioso pudim de pão com cravo e passas, na infância. Nem preciso dizer que saí do restaurante feliz como uma criança.

Sensacional 'Budino di pane' do Don Carlini na Restaurant Week 2010

No Osteria, o ponto alto do almoço, fora das cervejas importadas, foi o semifredo ao cappuccino extremamente cremoso e perfeito com a calda de frutas vermelhas. Pena que o doce tinha quase um ‘tamanho degustação’.

Bem que a organização do evento podia criar uma ’Dessert Week’. No fim das contas, ou melhor, antes delas, não costumo pedir sobremesas toda vez que vou comer fora. Acho que o cardápio completo acaba trazendo deliciosas surpresas no final, honrando patissiers e profissionais destas praças.

Carpaccio milimetricamente fatiado, com rúcula, molho de alcaparras, pedacinhos de alcachofra e parmesão

Voltando às entradas, fui ao Don Carlini da Mooca por ser o mais tradicional, mas há duas casas na Zona Oeste (Vila Madalena e Perdizes). Fiz minha reserva para jantar em uma sexta-feira, na véspera de um feriado prolongado, então peguei o maior trânsito da história até o começo da Radial Leste.

Embora a região da Rua Dona Ana Neri não seja lá muito amigável, o clima da ‘famiglia italiana’ do local aberto há 25 anos fez tudo valer a pena.  Na entrada, havia uma festa [de casamento, creio eu] com banda ao vivo tocando somente clássicos italianos. É praticamente impossível não recordar de ‘Don Corleone’ diante daquele cenário decorado com painéis de tecido imitando ruas da Itália, das crianças brincando do lado de fora, das bandeiras de províncias italianas e de tudo mais “Michael…”.

Paleta de leitão assada com batata doce, alho assado e legumes em cartoccio. (Sorry pelo flash, mas é duro fotografar à luz de velas)

Fui conduzida ao salão principal do restaurante, iluminado à luz de velas – uma pena para a iluminação das fotos, mas muito romântico – e onde o som do ‘Arrivederci Roma’ não chega. Para embalar o momento, em uma noite quente e seca, optei por um refrescante Lambrusco (R$ 41), com baixo teor alcoólico (8%), que acompanhou bem o jantar.

Entre as opções do menu promocional, escolhi um gostoso carpaccio fatiado milimetricamente com molho de alcaparras, pedaços de parmesão e algumas alcachofras.

Cabrito à moda do cardápio regular (R$ 49). Leve fetuccini da casa no lugar de batatas e arroz

Depois de provar o levíssimo fetuccini na manteiga que acompanhava o macio cabrito escolhido pelo Fábio (R$ 49) suspeitamos que o pessoal da cozinha adote o método ‘Bons Companheiros’ de corte (cena em que um dos mafiosos, na prisão, corta o alho com uma lâmina para preparar o jantar). A massa fez tanto sucesso que comprei um pacote (R$ 9) na lojinha do Carlini, que vende massas frescas, secas, molhos e polpettines.

Opção do Don Carlini na Restaurant Week - Fettuccine com presunto cru, grana padano, salvia, radicchio e pinoli

Meu prato principal foi a Paleta de leitão assada e desossada servida com batata doce e legumes em cartoccio temperados com alho, tomilho e azeite. A carne envolva em uma crosta ‘tipo pururuca’ estava bem macia e suave. Os legumes não tinham tempero, mas minha amada abobrinha estava lá e uma cabeça de alho assado doce e cremoso deu um sabor especial ao prato.

Polpettinis, molhos e massas artesanais à venda no Don Carlini

Depois do pudim de pão sensacional e de um bom café fomos para casa contentes. O serviço foi atencioso e o poderoso chef do Don Carlini ainda ganhou pontos com o Fábio, ‘Don Bolsarini’. Para minha alegria, ainda ganhei um vale-sobremesa grátis no próximo jantar. Oba!

Salada Osteria (rúcula, radicchio, tomate rústico, mussarela de búfala, aliche e tapenagem de azeitonas pretas)

No Osteria, eu e Cecília tivemos o dia do ‘almoço grátis’ já que ela ganhou um ‘Vale-Restaurant Week’ para o local. Demorou um pouco para termos um garçom ligado em nossa mesa, mas depois acertaram no atendimento e pedimos a carta de cervejas. Sim, cervejas harmonizam com tudo, especialmente com um sábado de muito sol. A carta tem opções interessantes. Provamos a ótima tcheca 1765 (R$ 14 – 500 ml) e a saborosa e levemente frutada 8.6, da Holanda (R$ 12,90 a lata de 500 ml).

A holandesa 8.6 entre as opções de cervejas especiais do Osteria

Como o almoço era ‘free’ aceitamos o couvert (R$ 10) com pães variados (alecrim e pão de lingüiça) gostosa tapenade de azeitonas pretas e patê de ricota com manjericão. Optamos pela Salada Osteria (rúcula, radicchio, tomate rústico, mussarela de búfala, aliche, tapenagem de azeitonas pretas). Tempero com azeite de pimenta e azeite de manjericão. A outra opção seria polenta com molho à bolonhesa gratinada, mas nossa escolha principal já tinha polenta.

Galeto ao molho de tomates e cogumelos (ragú de Paris'), polenta cremosa e agriãozinho

O galeto com molho de tomates e cogumelos, polenta mole e agriãozinho estava bem saboroso. Eu até podia dizer que comi frango com polenta e que assim é fácil entrar na Restaurant Week, mas a comida estava bem preparada.  Especial mesmo foi o bate-papo com Cecília, além das cervejas e do semifredo. Talvez um dia a gente volte para repetir o doce.

Don Carlini – Rua Dona Ana Neri, 265 – Mooca – São Paulo (SP). Tel.: (11) 3208-2024. Estacionamento com manobrista (R$ 10). Também conta com unidades em Perdizes (Rua Monte Alegre, 835. Tel.: (11) 3801-3750) e na Vila Madalena (Rua Mourato Coelho, 1325. Tel.: (11) 3032-6881).

Osteria – Rua Manuel Guedes, 243 – Itaim – São Paulo (SP). Tel.: (11) 3073-1287. Estacionamento (R$ 12).

AK: Frango Confit com repolho roxo agridoce e batata bolinha. Foto: Arquivo São Paulo Restaurant Week (SPRW)/Agosto 2010

Na segunda temporada de 2010 da São Paulo Restaurant Week, que começa nesta segunda-feira (30/8) e vai até 12 de setembro, o preço do almoço promocional (entrada + prato principal + sobremesa) aumentou de R$ 27,50 para R$ 29, além da doação de R$ 1 opcional à Ação Criança. Já o jantar teve seu valor mantido em R$ 39 + R$ 1 de doação.

Limonn: Saint Pierre com pomodorine, alcachofra e arroz negro

Limonn: Saint Pierre com pomodorine, alcachofra e arroz negro. Opções: Fraldinha flambada na cachaça com batatas à provençal ou Risotto de quatro cogumelos com queijo ementhal Foto: Arquivo SPRW

Como dizem os economistas “não existe almoço grátis”. A @RestaurantWeek_ já vinha mantendo os R$ 27,50 há algumas temporadas e resolveu reajustar. O negócio é aplicar seus preciosos R$ 30 em um lugar com cardápio interessante. Afinal, como já comentei antes, penne à bolonhesa e hambúrguer a gente pode comer em casa ou gastando bem menos.

Seraphini (só jantar): Pescado ao molho de frutos do mar guarnecido por couscous italiano amanteigado com vegetais. Foto: Arquivo SPRW

Nesta segunda temporada da iniciativa a lista de restaurantes aumentou de 200 para 210, mas senti falta de alguns lugares bacanas como Brasil a gosto e Cordel da Vila, que foram muito elogiados em outras edições e não tive a oportunidade de conhecer ainda. O Cordel, segundo minha amiga Cecília, companheira de Restaurant Week, dá para encarar fora da promoção.

Sobremesa do AK: Mousse Moccachino com chantilly de canela e ovomaltine. Foto: Arquivo SPRW

Este ano, inclusive, Cecília ganhou um voucher da organização do evento e vamos ao Osteria sem pagar o almoço. Neste caso, abriremos uma exceção à teoria do almoço grátis, mas teremos de pagar os 10% pela bebida, que pode até ser um vinho mais bacana para compensar. Aliás, sempre inclua os 10% na sua contabilidade durante o evento.

Galeto com polenta aromática, ragú de paris e agriãozinho. Foto: Luis Simione/Arquivo SPRW

Aos vegetarianos, a boa notícia é que muitos restaurantes se preocuparam em oferecem opções em carne e há também o Apfel, um bom representante do ramo, que volta nesta temporada com um menu apetitoso até aos que não têm restrições alimentares.

Obá: Burrito de frijoles ao estilo do norte do méxico. Opção: Enroladinho mar e terra da jôse de boipeba. Foto: Arquivo SPRW

Entre os integrantes da Restaurant Week, que você pode experimentar sem erro, recomendo o AK Delicatessen, que sempre traz um menu criativo e delicioso na linha judaica contemporânea, e o Obá, que faz uma fusão entre culinária asiática, brasileira e mexicana, e cujos donos fazem parte da organização do evento.  Tive uma ótima experiência também com os sabores tailandeses do Marakuthai. Agora estou de olho no Lola Bistrô no Don Carlini.

As dicas quentes de leitores e amigos, que continuam nesta sétima temporada, incluem Caroline, Emprestado, Limonn, Seraphini e Vinheria Percussi.  Já o Roux Bistrô deixou a desejar, no começo do ano.

Lola Bistrô: Brandade de bacalhau com purê de salsa francesa, castanha e tapenade. Opção: Cordeiro braseado com polenta mole, cogumelo crocante e pimenta biquinho. Foto: Rafael Wainberg/Arquivo SPRW

Na sexta temporada também estive no Ají com a Ciça, querida ‘restaurant friend’, e no Le French Bazar (saiba mais sobre eles no toast ‘O Bazar do Francês‘). O primeiro mandou muito bem na entrada com um ótimo escondidinho de tilápia, mas as opções de prato principal não eram tão incríveis e o creme brulèe de maracujá com gosto de ovos decepcionou. Já o simpático bistrô, cuja reserva me foi ‘emprestada’ pela Cris Sato, serviu um excelente ragú de costela com polenta. Só não gostei da relação custo x benefício do couvert (R$ 7 por pessoa por uma cesta de pães simples, patê de fois e manteiga).

Opção de entrada do Marakuthai - Salada de cuscus marroquino com hortalicas e castanhas. Foto: Arquivo SPRW

Recomendações

No toast da primeira temporada da Restaurant Week 2010, você também encontra comentários sobre restaurantes visitados, mas volto a repetir algumas dicas que considero importantes para sua felicidade gastronômica.

– Reserve e seja pontual
São Paulo é a capital mundial da gastronomia e há muitas pessoas como nós que também querem aproveitar uma semana promocional para experimentar restaurantes caros e concorridos. Telefone com antecedência, faça sua reserva, confirme no dia e chegue pontualmente. Caso contrário, prepare-se para enfrentar horas de espera.

– Os 10%
O menu é promocional, mas a taxa de serviço não. É importante considerar os 10% sobre os R$ 30 do almoço ou os R$ 40 do jantar e as bebidas. Se for compensar com um vinho mais caro, lembre-se da taxa.

– A pegadinha do couvert
No caso do couvert, que geralmente é servido sem que o cliente peça, uma dica é perguntar se é cortesia da casa, já que estão lhe ‘oferecendo’. Outra recomendação é checar se a oferta vai valer a pena. No caso do French Bazar achei que não valia R$ 7 por pessoa. Já no AK (veja as fotos do couvert), você pode se deliciar com pães caseiros macios e três patês (saladinha de ovos, pepino no iogurte com dill e patê de fígado de galinha) por R$ 12 (pode pedir para uma pessoa e dividir que é bem servido).

– Restaurant executivo
Muitos participantes da Restaurant Week oferecem ótimas opções de almoço executivo com preços acessíveis e até inferiores aos da quinzena promocional. No caso do Oggi, por exemplo, pode ser mais jogo almoçar por R$ 31 no Buffet completo do que entrar na promoção. Se você tem horário flexível ou trabalha perto de lugares como o Seraphini, nos Jardins, ou o AK, na Consolação, vai se surpreender com as opções acessíveis e incrementadas do almoço executivo, sem data para acabar.

– Deguste comentários antes e opine depois
Minha recomendação final é que você procure ler comentários dos restaurantes que deseja experimentar. Aqui no Braun Café muita gente já mudou minha rota na Restaurant Week e deixei de pagar micos. E depois de ter uma ótima ou terrível experiência em um dos participantes, sua boa ação será compartilhar as dicas com outras pessoas na rede. Espero seu comentário!

Próximos destinos
Depois de São Paulo, a Restaurant Week passa por Belo Horizonte (20 de setembro a 3 de outubro), Curitiba (27 de setembro a 10 de outubro), Rio de Janeiro (18 a 31 de outubro) e Recife (15 a 28 de novembro). Há previsão, ainda não confirmada, para Porto Alegre (de 4 a 17 de outubro) e Salvador (22 de novembro a 5 de dezembro).

A partir desta segunda-feira (1/3) e até o dia 14 de março 200 restaurantes paulistanos oferecem menus promocionais durante a sexta temporada da São Paulo Restaurant Week.

O preço continua o mesmo da última temporada, realizada em agosto de 2009: entrada, prato principal e sobremesa por R$ 27,50 no almoço e R$ 39 no jantar (couvert, bebidas e 10% não inclusos). Como parte da iniciativa, quem quiser pode doar R$ 1 para a fundação Ação Criança.

Update: Fiz uma atualização na lista de restaurantes com opiniões minhas, de blogueiros e amigos que já estiveram em alguns restaurantes na primeira semana do evento. O canal Comida do iG também criou um mapa bacana com 39 destaques entre os participantes da Restaurant Week.

Gosto muito do esquema da Restaurant Week porque é uma oportunidade de conhecer bons restaurantes da cidade, sem preocupação com os cifrões do lado direito do cardápio. É claro que tudo tem seu preço: nem todos os participantes conseguem oferecer um menu promocional a altura de suas cozinhas. Então fique atento: filé de frango com purê, pizza e penne primavera você pode comer em casa.

Seleção
É claro que ninguém vai conseguir visitar 200 restaurantes em 15 dias, nem que almoce e jante duas vezes. Faça suas apostas: dois bons lugares descobertos valem por 200.

Dei uma olhada nos cardápios e fiz uma seleção do que pode ser interessante. O meu gosto está mais para os bistrôs, brasileiros criativos e orientais. Nas últimas temporadas gostei muito do Obá, do Makakuthai e virei fã da Andrea Kaufmann. Ela sempre elabora um cardápio delicioso para a promoção (vá em dupla para provar as duas opções).

Na pesquisa encontrei algumas curiosidades como o Bolinha, que deixou sua tradicional e mundialmente conhecida feijoada de lado. A casa oferece bobó de camarão na RW e não entrou na minha lista, mas se o prato for do mesmo nível da feijuca, pode ser uma boa opção.

O Antiquarius também não voltou à sexta temporada da RW e faz falta na lista. Infelizmente não tive a oportunidade de conhecer o esquema promocional deste clássico da culinária portuguesa.

Dicas
Para se dar bem na SPRW, a primeira regra é fazer reserva, chegar pontualmente e cedo. Caso o local não faça reservas prepare-se para até uma hora e meia de espera (leve um lanchinho e não tente subornar a hostess, que é muito feio e não vai rolar). Este foi o caso do Porto Rubayat, que estreou na última temporada, mas já não entrou nesta. O buffet da casa estava gostoso, mas as ofertas ficaram aquém da proposta da casa, o que deixou clientes insatisfeitos após tanto tempo na fila.

Se o restaurante estiver bombando, talvez você não consiga fazer uma longa refeição, o que também faz parte da logística da promoção, mas se por acaso for tratado com diferença em relação aos clientes regulares, por favor, reclame aqui. O Segatto recebeu críticas dos leitores em edições anteriores e, coincidência ou não, está fora desta temporada.

Entre os estreantes estão Lellis Trattoria (com ‘beicon’ no cardápio), Vicolo Nostro, Gigetto e os restaurantes do Ségio Arno: La Pasta Gialla, Armazém Sergio Arno e La Vecchia Cucina.

O evento deste ano ainda sugere harmonizações de cerveja e vinhos, incluindo a linha de sul-africanos Twenty10, os vinhos oficiais da Copa do Mundo. Em 2010, além de São Paulo, a RW terá duas edições em Brasília, Rio de Janeiro e Recife, uma edição em Porto Alegre e Belo Horizonte e vai estrear em Curitiba e Vitória.

A organização criou um guia em PDF com a lista de restaurantes dividida por bairros de SP, o que é uma bela ajuda.

Pente fino: 20 restaurantes da SPRW 2010
Aqui vai minha seleção de lugares interessantes para esta temporada da Restaurant Week. Sei que não vou conhecer todos agora, mas pelo menos fica a dica para quem acompanha o blog. Os locais já têm os links para os cardápios promocionais, alguns comentários e destaques do menu. Bon appétit!

AK Delicatessen
(Já estive duas vezes no restaurante da Andrea Kaufmann, adorei e quero voltar. Quem esteve por lá na última semana aprovou. Reserve, chegue cedo e seja feliz)
Endereço: R. Mato Grosso , 450 – Higienópolis – São Paulo
Telefone: (11) 3231-4497
http://www.akdelicatessen.com.br
Cardápio (Almoço e Jantar)
Entrada – Fatias de Pastrami artesanal com salada de batata morna e mostarda de raiz forte
Ou Salada de lulas e camarões à provençal com tapenade de azeitonas pretas e torradas
Prato principal – Ragú de cordeiro com polenta cremosa em grão e salada de rúcula e cebola roxa
Ou Saint Pierre ao zahtar com purê de batata rústico, creme de limão e hrein
Sobremesa – Blintzes de requeijão e goiabada cascão
Ou Torta Mousse de Chocolate, doce de leite e raspas de laranja

Ají Restaurante (Ótimo atendimento e ambiente muito agradável. Estive por lá com a amiga Ciça, para jantar na última terça-feira, dia 2/3 e as entradas fora o ponto alto, além de um ótimo vinho australiano. Os principais estavam bons, mas as sobremesas falharam – infelizmente os ovos estavam muito presentes no creme brulèe de maracujá)
Endereço: Rua Bela Cintra, – Jardins – São Paulo
Telefone: (11) 3083-4022
http://www.restauranteaji.com.br
Cardápio (Almoço e Jantar)
Brandade de tilápia ao gengibre e couve frita
Ou Pastéis de frango em especiarias servidos com guacamole e creme azedo
Prato principal – Ravioli de abóbora e nozes ao ragu de jabá com tomate
Ou Cozido de carnes ao vinho tinto e ervas sobre creme de batatas e molho de tomate
Sobremesa – Crème brûlée de maracujá com baunilha
Ou Biscoito gelado de chocolate crocante com sorbet de morango

Brasil a Gosto (desta vez vou reservar)
Endereço: R. Professor Azevedo Amaral – Jardim Paulistano – São Paulo
Telefone: (11) 3086-3565
http://www.brasilagosto.com.br
Cardápio (Só Almoço)
Entrada – Queijo coalho na chapa, melaço e pesto de cheiro verde
Ou Salada de folhas verdes, molho de coalhada e mini biscoito de polvilho
Prato principal – Tilápia rosa grelhada, purê de mandioquinha e molho de cebola
Ou Arroz cateto com feijão verde, palmito pupunha e banana grelhada
Sobremesa – Bombocado com calda de limão ou Pudim de tapioca com calda de pitanga

Caroline (não conheço, mas ouvi boas referências durante a RW)
Endereço: R Oscar Freire – Cerqueira César – São Paulo
Telefone: (11) 3068-0601
http://www.restaurantecaroline.com.br
Cardápio (Almoço e Jantar)
Entrada – Mini tartar de due de peixe com mix de folhas variadas.
Prato principal – Linguado ao molho de champagne com cenouras glaceadas e purê de aipim ao perfume de coco
ou Confit de frango ao molho de vinho do porto servido com risoto de abóbora e parmesão
Sobremesa – Maçãs carameladas com sorvete de creme e espuma de iogurte.

Cordel Restaurante e Bar (tenho muita curiosidade de conhecer e já ouvi elogios. Temos uma leitora elogiando o atendimento e o menu deste ano, aqui no ‘toast’.)
Endereço: Rua Aspicuelta – V. Madalena – São Paulo
Telefone: (11) 3554-7681
Site oficial: http://www.cordeldavila.com.br
Cardápio
(Almoço)
Entrada – Mini escondidinho de charque e lingüiça gratinado com queijo coalho)
Principal – Filé de Tilápia grelhada com molho amanteigado de castanha de caju, acompanhado de arroz cozido no leite de coco guarnecido de lascas de coco fresco
ou Filé de peito de frango com molho levemente adocicado de acerola, acompanhado de arroz guarnecido de finas tiras de abobrinha e castanha de caju
Sobremesa – Fatia de Bolo de Rolo de goiabada acompanhada de sorvete de nata
ou Cookie de doce de leite acompanhado de sorvete de coco (Crocante biscoito de castanha e doce de leite acompanhado de sorvete artesanal)
(Jantar)
Principal – Camarão ao molho de manga, coco e erva doce servido em um mini jerimum, acompanhado de arroz guarnecido de castanha de caju
ou Medalhão de mignon com crosta de castanha e quibebe (purê de jerimum com coco)

El Patio (já estive lá há alguns anos no menu regular e gostei)
Endereço: Rua Normandia – Moema – São Paulo
Telefone: (11) 5536-0490
http://www.elpatio.com.br
Cardápio (tem Almoço e Jantar, mas acho que vale mais o Almoço)
Entrada – Gazpacho de camarões
Prato principal – Fideuá de frutos do mar – macarrão cabelo de anjo cozido e guarnecido com lula, mexilhão e camarão, acompanhado de um molho suave de all-i-oli (maionese de alho, ovo e azeite extra-virgem)
ou Mar i Muntanya (Prato típico da Catalunha combina ave e lagostim com um molho de camarão e com guarnição de arroz branco)
Sobremesa – Crema Catalana

Emprestado Restaurante (O cardápio do jantar é bem interessante. Vou emprestar o comentário da Cris Sato – “Queria conhecer o restaurante pela proposta, o cardápio é formado por receitas famosas de vários restaurantes do BR)
Endereço: Rua Mourato Coelho, – Pinheiros – São Paulo
Telefone: (11) 3034-0214
http://www.emprestadorestaurante.com.br
Cardápio
(Almoço)Entrada – Salada de pupunha desfiada temperada com limão, parmesão e ervas; Principal – Peixe com banana (Banana da Terra – Paraty – RJ), coberto com tirinhas de alho-poró e servido com banana da terra e arroz; ou Carne da Panela da Lelena (recheada com funghi e presunto cru, acompanha espaguete com manteiga de sálvia); ou Mairoto (Vegan) Risoto da Maira, com abóbora, castanhas de caju e shimeji puxado no limão e shoyu
Sobremesa – Pudim de Leite
(Jantar)
Entrada – Cacareco (Carpaccio de carne de sol com lascas de queijo coalho e molho de azeite com alho. Acompanha torradinhas)
ou Salada canarinha (Folhas verdes, quadradinhos de pequi e lascas de mandioquinha crocante)
Principal – Risoto de folia (Empório do Cerrado – Pirenópolis – GO) – Risoto enformado e recheado com queijo coalho, lascas de pequi e farofa de baru. Acompanha filé de frango grelhado em calda de laranja e fartamente regado com creme de milho verde.
Ou Dandá de camarão (Paraíso Tropical – Salvador – BA) – Uma versão de Bobó mais leve e fresca – camarões com leite de coco, maturi e um toque de dendê
Ou Mairoto (Vegan)
Sobremesa – Mousse de Quentão

Lola Bristot & Bar à Vin (uma delícia de lugar. Quero muito voltar na promoção)
Endereço: Rua Purpurina – Vila Madalena – São Paulo
Telefone: (11) 3812-3009
Site oficial: http://www.lolabistrot.com.br
Cardápio (Só Almoço)
Entrada – Saladinha verde com civet de coelho
ou Soup de tomate com amêndoas e lula
Principal – Truta au berre noisette com alligot de batata, legumes confitados no azeite e limão siciliano
ou Blanquet de vilela com mini cenoura, echalotes e fetuccine na manteiga de ervas
Sobremesa – Nougat glacê de castanhas au chocolat

Le French Bazar (gostei do cardápio promocional do almoço e o local tem críticas favoráveis)
Endereço: Rua Fradique Coutinho, – Vila Madalena – São Paulo
Telefone: (11) 3063-1809
Site oficial: http://www.lefrenchbazar.com.br
Cardápio (Só Almoço)
Entrada – Salada verde com vinagrete de camarão e papaya com chips de batata doce
ou Salada verde com queijo brie ao mel de vinho tinto
Prato principal – Costela à bourguignon com polenta
ou Salmão ao molho holandês com batatas ao garfo
Sobremesa – Gateau de chocolate com coulis de frutas vermelhas e chantily
ou Creme de banana da Terra com Frangélico

Limonn (“Restaurante lindo, comida excelente, noite maravilhosa” diz o post do Teco, do Fim do Expediente. A Ciça, minha companheira de Restaurant Week, esteve por lá e aprovou. “Menu simples e muito bem executado. Comida extremamente saborosa”)
Endereço: Rua Manoel Guedes , 545 – Itaim Bibi – São Paulo
Telefone: (11) 2533-7710
Site oficial: http://www.limonn.com.br
Cardápio
(Almoço)
Entrada – Carpaccio de filé mignon com vinagrete de mostarda dijon e mesclum de folhas
Prato principal – Bife Ancho argentino ao poivre leve com batatas rústicas
ou Penne com frutos do mar ao pomodoro e basílico
Sobremesa – Torta folhada de doce de leite e chocolate
(Jantar)
Entrada – Salmão marinado na tangerina com mix de folhas e pupunha
Prato principal – Medalhões de filé mignon ao roquefort com batatas à provençal
ou Salmão com risotto de limão siciliano e coulis de framboesa
Sobremesa – Profiterole recheado com sorvete de creme e calda de nutella

Marakuthai (Estive por lá na RW 2009 e me encantei)
Endereço: Alameda Itú, – Jardins – São Paulo
Telefone: (11) 3062-7556
Site oficial: http://www.marakuthai.com.br
Cardápio (Só Almoço)
Entrada – Bruschetta no pão indiano de lulinhas e tomate
ou Saladinha de macarrão de arroz com hortaliças, gergelim e limão
Prato principal – Tirinhas de frango ao molho de curry amarelo com legumes e arroz com amendoim
ou Spaghetti ao bisque de camarão, com toque de limão e pimenta dedo de moca.
Sobremesa – Arroz doce de coco
ou Gateau de banana com doce de leite e paçoca

Obá Restaurante (Ótima comida e atendimento perfeito durante a RW. Veja o post do Obá)
Endereço: R. Melo Alves – Jd. Paulista – São Paulo
Telefone: (11) 3086-4774
Site oficial: http://www.obarestaurante.com.br
Cardápio
(Almoço)
Entrada – tostaditas de tinga de pollo (crocantes tortillas de milho com frango desfiado em um suculento molho de tomates e pimenta chipotle; finalizadas com toque de creme azedo)
Ou Miang som (saladinha tailandesa de camarão, pomelo, mexerica, amendoim, coco, limão, gengibre e ervas aromáticas sobre uma folhinha de alface)
Principal – Carne seca da nádja de pirénopolis (salteada na manteiga de garrafa; acompanha abóbora assada e banana gratinada com queijo)
Ou Pescadito costeño (filé de tilápia netuno com caldinho perfumado de tomates e pimenta, arroz branco e frijolitos negros)
Sobremesa – Cigarrete de banana (em massa crocante, toque de canela, geléia de abacaxi com pimenta ao lado)
Ou Doce Amazônia (leve creme de cupuaçu, fruta amazônica de aroma exótico, com castanha do Pará)
(Jantar)
Entrada – Chimichangas (burritos dourados e recheados de pernil ao chile, com salsa de abacaxi)
Ou Rolinho thai (manga com vegetais frescos enrolados em massa de arroz; molho picante ao lado)
Prato principal – Geng paneang (picadinho de cordeiro em curry vermelho a base de amendoim, um dos currys mais leves e amados da Tailândia; com arroz jasmim e relish de pepino)
Ou Moqueca da jôse de boipeba (camarão netuno com banana; acompanham arroz e farofa)
Sobremesa – Flan de calabaza (levíssimo pudim de abóbora com especiarias; finalizado com sementes de abóbora temperadas)
Ou Panqueca thai de banana  (sorvete de coco e caramelo de açúcar de palmeira)

Oggi Cuccina & Vino (Estive por lá para o almoço e não achei nada excepcional fora a sobremesa: um incrível manjar de coco, com calda de goiaba. O atendimento é ótimo, o lugar é muito gostoso e vale almoçar por lá fora da SPRW. O buffet completo inclui saladas, pratos quentes e massas feitas na hora por R$ 31)
Endereço: Av.Faria Lima, – Vila Olímpia – São Paulo
Telefone: (11) 2843-8888
Site oficial: http://www.oggirestaurante.com.br
Cardápio
(Acho que vale mais pelo Almoço)
Entrada – Ceaser Calamari
Ou Folhas Verdes, Salmão Curado, Queijo de Cabra, Nozes e Coulis de Framboesa
Prato principal – Supremo de Frango Recheado com Cogumelos, Ratatouille e Molho de Ervas
Ou Espaguete ao Pesto de Manjericão e Tomate Cereja Confit
Sobremesa – Flan de Coco com Calda de Goiaba
Ou Mousse de Chocolate
(Também oferece jantar)

Mercearia do Conde (Lugar bacana e normalmente caro. O ‘cake de mandioquinha’ com lulas me deixou curiosa)
Endereço: Rua Joaquin Antunes, – Jd.Paulistano – São Paulo
Telefone: (11) 3081-7204
Site oficial: http://www.merceariadoconde.com.br
Cardápio (Só Jantar)
Entrada – Mousse de Salsão com Saladinha ao Molho de Framboesa
Ou Cake de Mandioquinha com Vinagrete de Lula
Principal – Arroz Frito do Vietnã com Lombo de Porco e Lingüiça
Ou Frango ao Molho de Seriguela com Batatas ao Garam Masala
Ou “Tagliata à Mano” com Molho Aromático de Berinjela
Sobremesa – Taça de Doce de Maracujá com Sorbet de Chá Verde
Ou Fondant de Chocolate com Geléia de Maçã e Gengibre

Roux Bistro (está na minha lista de desejos também)
Endereço: Rua Ministro Rocha Azevedo, – Jardins – São Paulo
Telefone: (11) 3062-3452
http://www.rouxbistro.com.br
Cardápio (Almoço e Jantar)
Entrada – Salada verde com damasco, mussarela de búfala e folhas de hortelã.
ou Brie gratinado com confit de cebola e mix de folhas verdes.
Principal – Arroz de polvo
ou Escalope de filet com velouté de mandioquinha
Sobremesa – Pêra ao vinho com sorvete de cardamomo
ou Cookie caseiro com sorvete de baunilha em fava

Seraphini (O almoço executivo do Seraphini por R$ 33 vale muito a pena. Boa cozinha e ótimo lugar)
Endereço: Al. Jau, – Jardins – São Paulo
Telefone: (11) 3081-1160
Site oficial: http://www.seraphini.com.br
Cardápio (Só Jantar)
Entrada – Polenta com ragú de cordeiro;
ou Mix de folhas com maçã verde caramelizada e queijo de cabra;
Principal – Stinco de cordeiro com polenta frita
ou Namorado grelhado com mandioquinha gratin
Sobremesa – Torta Bavaroise
ou Torta de Pêra

Shimo (dos restaurantes japoneses achei este cardápio o mais criativo)
Endereço: Rua Jerônimo da Veiga – Jardim Europa – São Paulo
Telefone: (11) 3167-2222
Site oficial: http://www.shimo.com.br
Cardápio
(Almoço)
Entrada – Missoshiro de rabada (Consommé de rabada com missô, rabada desfiada e cebolinha)
ou Tiradito de Pescado (Finas fatias de pescado com ají de manga verde e broto de feijão)
Principal – Sushis Nipo-peruanos
(4 uramakis de peixe empanado coberto com finas fatias de salmão e molho de ají panca / 4 Maki Pupo Olivo – enrolado de salmão, coberto com molho de azeitonas pretas e polvo / 4 Yasai Maki – enrolado de acelga com salmão coberto com caviar de berinjela e ovas de massago.com molho de azeitonas pretas e polvo / 4 Yasai Maki – enrolado de acelga com salmão coberto com caviar de berinjela e ovas de )
(Jantar)
Entrada – Cebiche kitazawa
(Peixe branco marinado com molho a base de shoyu )
ou Arroz de Polvo (Arroz branco salteado com polvo, azeitonas pretas e ají panca_
Principal – Combinado Nipo-peruano (3 sashimis de atum, 3 sashimis de salmão 1 niguiri de atum, 1 niguiri de salmão e 4 uramakis de ají amarillo)
ou Arroz de Polvo
Sobremesa – Terrine de Chocolate Branco (Creme de chocolate branco e manga ao gengibre)
ou Huramaki aberto com creme de chirimoya e doce de leite

Spadaccino (Me fez gostar de figos. Bom lugar)
Endereço: R Mourato coelho – v. Madalena’ – São Paulo
Telefone: (11) 3032-8605
Site oficial: http://www.spadaccino.com.br
Cardápio
(Almoço)
Entrada – Salada de figos fritos (Folhas e ervas aromáticas variadas, ricota picante, figos frescos fritos, temperada com limão e mel)
ou Carpaccio de salmão marinado com dill, molho de mostarda)
Principal – Tortelloni di ricota e parmiggiano (Massa recheada de ricota e parmesão, molho: Pomodoro ou Spadaccino ou Creme de parmesão)
Ou Scaloppine di tacchino al formaggio e burro di tartufo (Escalope de peito de peru ao creme de queijo, manteiga tartufada e presunto cru servido com “tagliatelle “)
Sobremesa – Tarte tatin (Torta de maçã calda de caramelo com sorvete de creme)
(Também tem Jantar, mas destaquei o almoço)

Vinheria Percussi (Estou de olho no Vinheria há algumas RWs e já ouvi dizer que vale a pena o jantar)
Endereço: Rua Cônego Eugenio Leite, – Jardim América – São Paulo
Telefone: (11) 3088-4920
Site oficial: http://www.vinheriapercussi.com.br
Cardápio (Só Jantar)
Polenta fresca servida com molho de cogumelos
ou Tomates confitados em azeite e mousse de parmesão
Principal – Cordeiro de panela, purê de cará e cebolas caramelizadas
ou Massa fresca (Pappardelle) artesanal ao molho de cogumelos e mascarpone
Sobremesa – CREM CARAMEL (“Nosso exclusivo e extra-cremoso pudim de leite”)
ou MILLE FOGLIE ALLA VANIGLIA (Sobremesa de massa folhada com creme de baunilha)

Voilá (gostei do cardápio do jantar e o lugar é charmoso. Pode ser uma boa aposta)
Endereço: Alameda Itu – Jardins – São Paulo
Telefone: (11) 2613-8703
http://www.voilabistro.com.br
Cardápio (Tem almoço, mas o destaque vai para o jantar)
Entrada – Tartare de Atum com salada verde e molho balsâmico
Prato principal – Magret de pato com batatas grelhadas no alecrim, couve de Bruxelas glaceadas ao molho de cassis, lemoncello ou geléia de pimenta.
Sobremesa Crepe De Chèvre com sorbet de frutas vermelhas e calda de vinho do porto

%d blogueiros gostam disto: